Notícias de Última Hora :

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

terça-feira, 2 de março de 2021

Governo recupera 25 quilômetros da MT-215 que liga Cuiabá a Chapada dos Guimarães

Um dos principais pontos turísticos de Mato Grosso começou a ganhar uma nova roupagem. Vinte e cinco quilômetros da MT-251, que liga Cuiabá a Chapada dos Guimarães, estão sendo revitalizados, incluindo o trecho que integra o Parque Nacional de Chapada. Após os serviços, a “Estrada da Chapada” contará com asfalto e acostamentos novos, mais áreas de parada, além de pontos de ônibus.

A obra, que estava paralisada e foi retomada pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), têm prazo para conclusão para o final deste ano.

A recuperação da rodovia, segundo o secretário de Infraestrutura Marcelo de Oliveira, faz parte da estratégia do Governo do Estado em fomentar o desenvolvimento da economia em regiões com potencial voltado ao turismo, como Chapada dos Guimarães e todo o seu entorno, o que, a curto prazo, acarretará no estímulo de outras atividades produtivas como a cadeia da piscicultura e ainda o mercado imobiliário.

“Para isso retomamos e estamos concluindo um importante conjunto de obras nessa região. Estamos na fase final da revitalização da MT-351, ligando a Estrada da Chapada ao Lago de Manso, até o acesso a Bom Jardim (Nobres), também vamos concluir, em breve, a pavimentação da MT-020, entre Chapada e Manso, passando pela comunidade de Água Fria, e, neste mês, reiniciamos uma obra bastante aguardada pela população de Chapada e Cuiabá, que é a MT-251”, elencou ele.

A revitalização da MT-251 é uma obra antiga que se arrastava desde 2014, com previsão de recuperação de 44,3 quilômetros da via, considerando o trajeto entre o Trevo de Manso até a cidade de Chapada dos Guimarães (distante a 65 km de Cuiabá). Porém, em cinco anos, apenas 19 quilômetros do total previsto foram recuperados, restando 25 quilômetros que estão em andamento agora. Inicialmente, foram feitos 10 quilômetros entre o trevo de Manso até o rio Mutuca e outros nove entre o balneário Cachoeirinha e a entrada de Chapada.

Conforme a equipe de engenharia da superintendência de Obras I, da Secretaria Adjunta de Obras Rodoviárias, da Sinfra, a questão ambiental foi um dos entraves que impediram a obra de avançar. O fato do contrato estabelecer serviços de recuperação da pista e outros itens dentro da área do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães dificultaram o andamento dos trabalhos.

“O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) levou tempo para nos conceder o licenciamento. Agora, conseguimos a liberação”, pontuou o engenheiro e fiscal do contrato, Luis Carlos Ferreira.

Ainda de acordo com engenheiro, os trabalhos na pista que corta o parque nacional estão começando e a equipe da Sinfra atua no sentido de minimizar os impactos ocasionados pelas intervenções na região. Ferreira destaca ainda que não devem ser realizados desvios ao longo do trajeto e a mobilização da equipe nos finais de semana será menos intensa.

“Devido ao maior movimento na rodovia estamos evitando trabalhar entre o sábado à tarde e o domingo por questões de segurança”, explicou.

A reconstrução do trecho da “Estrada da Chapada” inclui serviços de recomposição do pavimento com a realização da fresagem do asfalto, que consiste na remoção do asfalto antes da execução de um novo revestimento, e sua reconstituição com Concreto Betuminoso Usinado à Quente (CBUQ), a restauração do acostamento ao longo da via, o alargamento de pistas em alguns pontos como, por exemplo, na região do rio dos Peixes, além da sinalização horizontal da rodovia.

No total, são cerca de 30 funcionários atuando diretamente nos trabalhos de revitalização, bem como oito máquinas disponível para ações. “Já foram realizados três quilômetros de fresagem do asfalto e esta semana vamos começar a pavimentação nesses trechos”, complementou o engenheiro.

Além desses itens, serão instalados ao longo dos 44 quilômetros da estrada 18 pontos de ônibus, para garantir maior comodidade a usuários do sistema intermunicipal de transporte.

“A obra que está em andamento na 251 não só estimulará o desenvolvimento econômico da região, mas vai garantir segurança a quem trafega pela rodovia, o que é muito importante”, complementa o secretário de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira.

O empresário Ferreira Ignácio, morador de São Paulo e que veio a Cuiabá para um evento de família, disse que a boa condição de trafegabilidade da estrada, sem dúvida nenhuma, é um ponto positivo para que o turista opte por visitar o local.

“A revitalização é boa para o turismo e também para as pessoas que moram na região, pois gera mais renda”, ponderou ele, dizendo que já conhecia Chapada e ao vir para Mato Grosso novamente com certeza fará uma nova visita, ainda mais agora que a estrada estará ainda melhor.

 

Ler Anterior

Dividas podem ser renegociadas PGM no térreo da prefeitura de Cuiabá

Leia em seguida

Detran-MT realiza leilão de 877 veículos em 10 municípios que deve se encerrar hoje (21)