Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

sábado, 31 de outubro de 2020

Homem que transmitiu AIDS para quatro mulheres em Cuiabá é preso

(Foto: PJC-MT)

Haroldo Duarte da Silveira, 32 anos, foi preso na manhã desta quinta-feira (29), por transmitir a doença fatal e incurável da AIDS (Síndrome da imunodeficiência adquirida) para quatro mulheres com quem se relacionou por vários anos, em Cuiabá.

Em trabalho investigativo da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cuiabá, foram cumpridos quatro mandados de prisão preventiva contra o suspeito. Haroldo estava fora do Estado e foi preso ao retornar para Cuiabá. Ele foi indiciado por quatro tentativas de feminicídio e confessou a existência de uma quinta vítima, que ainda deve ser procurada pela Delegacia.

As vítimas, ao serem ouvidas em declarações, foram uníssonas em afirmar que durante as relações sexuais o investigado em momento algum anunciou ser portador de doença ou usou qualquer tipo de proteção. A materialidade foi verificada após exames laboratoriais das vítimas e do suspeito, o qual sequer poderia alegar desconhecer carregar o vírus.

A delegada do caso, Nubya Beatriz Gomes dos Reis, entendeu que o suspeito agiu com dolo na modalidade eventual, pois assumiu o risco de contaminar suas parceiras com doença que, se não detectada e tratada, poderia levá-las à morte. “Sendo assim, o indiciei pelo crime de feminicídio tentado, quatro vezes”, disse.

A delegada informou que, para salvaguardar a integridade física e psicológica das vítimas e evitar que o suspeito realize novas contaminações, representou pela prisão preventiva dele em todos os inquéritos policiais.

“Oriento as mulheres que se relacionam com o suspeito que realizem o exame para constatação do vírus e, se o tempo de aquisição da doença coincidir com o do relacionamento, que procure esta delegacia para que possamos instaurar novos inquéritos policiais e investigar os fatos”, pediu a delegada.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

TRE anula cassação de Lucimar Campos e José Hazama por suposta compra de votos

Leia em seguida

Ministério da Saúde não repassa doses e vacina pentavalente está em falta em Cuiabá