Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

domingo, 25 de outubro de 2020

Emanuel chama de politicagem críticas contra gestão e que é cedo para falar de eleição

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) afirmou que não está pensando ainda em um projeto de reeleição para o próximo ano. Para Emanuel, ainda tem muito chão pela frente e que qualquer assunto sobre voltar ao Palácio Alencastro será tratado apenas no período eleitoral.

 

Durante lançamento do Centro de Queimados do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), na última sexta-feira (30), o prefeito foi questionado sobre as declarações do seu vice, Niuan Ribeiro (Podemos), que revelou recentemente, em conversa com jornalistas, que o prefeito emedebista acabou desconstruindo o slogan de “gestão humanizada” com caos na saúde pública, em particular, por conta da administração do Pronto Socorro Muncipal. Citando que na unidade hospitalar falta tudo, de gaze a algodão até seringas, macas e medicamentos.

 

Evitando dar nomes, ao rebater a declaração de seu vice, Pinheiro disse que, no entanto, está na cara que algumas pessoas [se referindo a Niuan] estariam pensando apenas em ‘politicagem’. “Está na cara que tem muita gente pensando em eleição, pensando apenas na politicagem. Esse é o único interesse de muitos, mas só vou falar de eleição em 2020”.

 

Para Pinheiro, tem muito ainda para se discutir e entregar, mesmo que nas conversas com a imprensa, ele sempre que pode cita que pelo menos 11 partidos têm pedido para que dispute a reeleição, outros três já com reunião marcada e ainda o DEM, legenda que há poucos dias apontou que seria ‘irresistivelmente apaixonada com sua gestão’.

 

“Eu não estou pensando em reeleição, estou pensando na gestão e na população. De honrar meus compromissos e fazer com que Cuiabá seja uma cidade melhor para se morar. Qualquer assunto sobre eleição será discutida no momento oportuno. Tem muita coisa a ser feita”, afirma.

Qualquer assunto sobre eleição será discutida no momento oportuno. Tem muita coisa a ser feita

 

Em entrevista na última quinta-feira (29), ao Jornal do Meio Dia, Niuan deixou de lado as ‘meias-palavras’ e revelou que ‘contra fatos não há argumentos’. E que assim não adiantaria continuar falando em gestão humanizada na Saúde, relembrando descaso no Hospital e Pronto Socorro de Cuiabá, como a falta de medicamentos, materiais básicos e a superlotação na unidade.

 

“Contra fatos não há argumentos. Realmente tem que melhorar muito, porque faltam materiais dentro do Pronto Socorro que vão desde medicamentos a gases, até seringa e algodão. Ou seja, faltam materiais básicos, e não só dentro do Pronto Socorro, como ainda dentro das policlínicas e nos PSF’s [Posto de Saúde da Família]”.

 

Diante das denúncias que o prefeito tem enfrentado como as CPIs da Saúde que investigam crimes de corrupção na Secretaria Municipal de Saúde (SMS), ou do Paletó, que investiga suposto recebimento de propina, quando Emanuel era deputado na gestão do ex-governador Silval Barbosa, os opositores do gestor vêem com maus olhos quaisquer projetos do prefeito que inclua a reeleição.

 

O presidente do diretório municipal provisório do DEM, em Cuiabá, Alberto Machado, disse que estas atribuições podem pesar contra o prefeito.

 

“Temos entendimento claro que o prefeito tem os problemas dele para resolver, então que se resolva com Justiça e preste esclarecimento para população, mas nós estarmos longe desta discussão porque teremos candidatura própria”, disse.

 

Já o vereador Abílio Júnior (PSL) não descarta disputar como futuro prefeito de Cuiabá. “Eu tenho recebido convites e estou à disposição. Também estamos conversando com outras pessoas e com Gilberto Figueiredo [secretário de Saúde do Estado (SES)]. Essas investigações, obviamente, não favorecem nem um pouco à uma possível candidatura à reeleição”, disse. (Colaborou Rafael Medeiros)

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Chorar em público é bom ou ruim para você?

Leia em seguida

Dois PMs são expulsos após se envolverem em tráfico e fornecerem armas à bandidos