Notícias de Última Hora :

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

sábado, 19 de junho de 2021

Júlio cita preocupação e diz que não é o momento de radicalizar

Ex-governador diz que troca de farpas está relacionada ao processo eleitoral de 2020

O ex-governador Júlio Campos (DEM) disse estar preocupado com a relação conturbada entre o governador Mauro Mendes (DEM) e o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB).

Eles têm trocado farpas publicamente e, em mais de uma ocasião, Mendes classificou o prefeito como mentiroso. Emanuel confessou, inclusive, que evitou participar de eventos ao lado do governador por estar sendo “terrivelmente hostilizado”.

Na avaliação de Júlio, já há sinais de que esse estranhamento guarda relação o processo eleitoral do próximo ano. De um lado, o prefeito sinaliza caminhar para a reeleição, de outro, Mendes defende uma candidatura própria do DEM ao Palácio Alencastro.

“Eu disse que há uma precipitação de ambos os lados, no sentido de esgarçar o relacionamento político e administrativo antes da hora. Eleição é ano que vem. Só em junho teremos convenção. Ninguém sabe quem será candidato, quem estará inelegível, quem vai estar com condição de ser eleito. Então, tudo isso atrapalha”

“Então, neste momento, vejo que não é hora de radicalizar. Podemos muito bem trabalhar em conjunto e vejo com muita preocupação essa dificuldade, porque a política tem que ser feita com bom diálogo”, acrescentou.

Campos lembrou, inclusive, que apesar dos atritos entre Mendes e Emanuel, seus partidos são aliados no Estado. O MDB integra a base do Governo na Assembleia e tem se manifestado favorável aos projetos do Executivo.

“A bancada do MDB apoia incondicionalmente o Governo Mauro Mendes. A nível federal, os dois deputados eleitos pela coligação do Mauro são do MDB [Carlos Bezerra e Juarez Costa]. Então, quer dizer, nos temos que ter um bom relacionamento. Acho que isso não é bom para nenhum lado. Acredito que está na hora de pensar mais com alto nível”, afirmou.

“Inabilidade de Mendes”

Questionado se vê um comportamento intransigente por parte do governador, Campos disse que não. Para ele, a situação está ligada a habilidade política.

“Acho que falta um pouco de habilidade política [ao governador]. Acho que está faltando mais relacionamento político”, disse.

“As falhas são dos dois lados, porque o prefeito também, de vez quando, provoca o governador com algumas tiradas que não seriam salutares. Mas acho que eles vão entrar na ‘paz e amor’. Emanuel falou que não vai mais responder nada. Deus queira que realmente fique tudo isso para o ano que vem”, completou.

Ler Anterior

Hacker que vazou material para o ‘Intercept’ se torna atração na Papuda

Leia em seguida

Abuso de autoridade: dividido, Senado será decisivo para manter ou derrubar vetos de Bolsonaro