Notícias de Última Hora :

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

quarta-feira, 25 de novembro de 2020

Mesmo sem pagar RGA, Governo aumenta gastos com folha em 8 meses

Dados do Mira Cidadão mostram aumento de 4,4% com folha salarial entre 2018 e 2019

O Governo do Estado viu aumentar 4,4% de seus gastos com folha de pessoal nos primeiros oito meses de 2019 em relação a 2018.
Segundo dados do Mira Cidadão, de janeiro a agosto deste ano foram gastos R$ 6,9 bilhões com salário e encargos sociais. Já no ano anterior, a folha consumiu R$ 6,6 bilhões. A diferença é de R$292,9 milhões.
Os meses de abril e maio foram os que o Executivo mais usou recursos para a folha. No primeiro foram R$ 1,3 bilhão. No mês seguinte, chegou a R$ 1,1 bilhão.
Já em 2018, nos oito primeiros meses, somente o mês de março chegou ao bilhão. Naquele mês, a folha consumiu R$ 1,4 bilhão.
Ainda de acordo com os dados do Mira Cidadão, o maior gasto da gestão do governador Mauro Mendes (DEM) foi com o Mato Grosso Previdência (MT Prev), que consumiu R$ 2 bilhões do caixa do Estado.
Em seguida, aparece a Secretaria de Segurança, que gastou com folha R$ 1,7 bilhão no período.
Completa a lista das três com maiores recursos para a folha a Secretaria de Educação. Ao todo, a Pasta teve R$ 1,6 bilhão destinado para salário de seus servidores.
Os dados demonstram que mesmo com o não pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) de todos os servidores neste ano, assim como benefícios salariais como a dobra salarial da Educação, que garantia 7,69%, o Executivo continua com o aumento exponencial da folha salarial.
Dados do 1º quadrimestre de 2019, da Secretaria de Fazenda, mostravam que o Executivo gasta 58,55% de seu orçamento com salários. A Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) estabelece que o limite máximo desse tipo de gasto é de 49%.
Com a minirreforma sancionada por Mendes em julho, o Executivo espera aumentar seu caixa em pouco mais de R$ 500 milhões e diminuir a diferença do estouro.
A expectativa é de deixar de estourar ainda em 2020, mas o aumento natural da folha, com os pagamentos de progressões, pode atrasar o fim do estouro.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Homem tem surto, invade casa e é morto a facadas

Leia em seguida

Operação realiza ações repressivas e preventivas de combate à criminalidade no interior do Estado