Notícias de Última Hora :

Atleta olímpico participa de jogo de fuga em Cuiabá

Dia do fonoaudiólogo: entenda a importância desse profissional no ambiente hospitalar

Profissionalismo e dedicação marcam 20 anos de profissão da fonoaudióloga Samia Ribeiro

Chapa 2 Integração protocola pedido para que profissionais da contabilidade tenham férias fiscais em MT

Adrenalina, desafios e diversão te esperam no Halloween da Escape60, em Cuiabá

Encontro automobilístico “Esperienza” supermáquinas entra para o calendário de eventos em Mato Grosso

Experiência única de recreação e entretenimento: Conheça o Escape60′

Fotógrafo vem a MT para ensaios que levantam autoestima de mulheres

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

terça-feira, 25 de janeiro de 2022

Presa por furtar comida em supermercado, grávida sente dores e sangra em cela no Cisc

Grávida de nove meses, Andreia Marques Duarte, 36 anos, por pouco não entrou em trabalho de parto dentro da cela no Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc), em Várzea Grande. Presa após furtar supermercado, a mulher tem dores, sangramento e não sente mais o bebê em seu ventre. Há três dias ela aguarda audiência de Custódia.

O Tribunal de Justiça determina que o preso em flagrante, provisório ou temporário passe pela audiência de custódia no prazo máximo de 24 horas. Andreia alega estar passando fome e sede. Segundo Andreia, policiais civis disseram que como ela havia sido presa recentemente, e voltou a furtar, deveria ficar um pouco mais de castigo para ‘apreender a lição’. Por isso não a mandaram para custódia.

Andreia tem outros seis filhos e sobrevive do bolsa família. A suspeita confessou que na última quinta-feira (12), ela entrou em um supermercado no bairro Ouro Verde, onde furtou iorgute, bolachas e outros produtos

Andreia tem outros seis filhos e sobrevive do bolsa família. A suspeita confessou ao O Bom da Notícia que na última quinta-feira (12), ela entrou em um supermercado no bairro Ouro Verde, onde furtou iorgute, bolachas e outros produtos, mas que se arrrepende. [Na Constituição este tipo de crime é conhecido como furto famélico, ou furto praticado por quem, em extrema penúria, é impelido pela fome, pela vontade de se alimentar]. Andreia revelou que esses três dias foram os piores da vida dela. Sem comida e água, ela conta com a boa vontade de alguns policiais que estão dividindo o almoço com ela. Andreia não toma banho e dorme no chão de cimento.

Passado de Andreia condena

A suspeita já responde a um processo por tentar entrar com celular numa unidade prisional. Também por roubo e porte de arma. Andreia é conhecida da polícia e sempre é conduzida à delegacia.

Outro lado

Por telefone a Secretaria de Estado e Segurança Pública informou que pelo fato da suspeita ainda estar no Cisc, a custódia compete à Polícia Civil. Porém, a denúncia que a presa estava passando fome e sede sera investigada.

A assessoria da PJC não respondeu a nenhum dos e-mails enviados.  

Procurado o Tribunal de Justiça garantiu que Andreia passa por audência de custódia ainda neste domingo (15).

De acordo com Waldir Caldas, presidente da Comissão de Direitos Carcerário da OAB, o caso esta sendo acompanhado pela Ordem de Advogados de Mato Grosso. 

Ler Anterior

MT vai receber R$ 23,8 milhões para combater queimadas

Leia em seguida

Projeto “Cidadão da Paz” traz segurança para população de MT