Notícias de Última Hora :

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

quinta-feira, 3 de dezembro de 2020

PM mata ‘colega’ de farda com 10 tiros na cabeça dentro de batalhão

Autor do crime é PM há pelo menos 13 anos

Um soldado da Polícia Militar, de 34 anos, foi morto com mais de dez tiros por volta das 14h desta segunda-feira (23), dentro do 47º Batalhão da Corporação de Campinas, localizada à 93 km de São Paulo. O autor dos disparos é um outro PM, e a motivação para o crime ainda é apurada.

Segundo informações da Comunicação Social, o soldado Thiago de Carvalho Machado estava dentro do batalhão quando foi atingido com mais de dez tiros na cabeça. Os disparos foram feitos por outro PM, que estava dentro de um carro durante o crime.

Para cometer o assassinato foram usadas duas armas, uma da própria corporação e outra particular. Após atirar contra Machado, o PM se rendeu e não fez nenhuma declaração, segundo o oficial.

Machado completaria seis anos da Polícia Militar em novembro. O soldado de o matou tem 37 anos, e está há 13 anos na corporação. O nome do autor não ainda não foi divulgado.

No dia do crime, o secretário executivo da Polícia Militar, coronel Álvaro Batista Camilo, visitaria Campinas para reunião sobre os desafios e necessidades à Segurança Pública da região. O evento havia sido cancelado, segundo consta no site da SSP (Secretaria da Segurança Pública), gestão João Doria (PSDB).

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

STF pauta ação que pode anular condenações da Lava Jato

Leia em seguida

Sogro é assassinado a facadas pelo genro após tentar evitar que filha apanhasse