Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Emanuel quer aval da Câmara para empréstimo de R$ 100 milhões

Prefeito de Cuiabá nega que está armando uma “bomba-relógio” para o seu sucessor com os sucessivos empréstimos

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) afirmou que encaminhará um projeto de lei à Câmara de Vereadores pedindo autorização para que o Município contraia um empréstimo de R$ 100 milhões junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Se aprovado, o montante será usado para pavimentação de 20 bairros na Capital.  A mensagem, conforme Emanuel, deve ser submetida aos parlamenteares ainda nesta semana.

“Já temos uma aprovação da consulta prévia do BNDES. E isso nada mais é que uma demonstração da força e do equilíbrio fiscal da Prefeitura de Cuiabá. Tentaram soltar uma ‘fake news’ dizendo que Cuiabá estava mal das pernas. Isso [a aprovação] é a resposta”, disse o prefeito.

“Aprovada essa consulta prévia do BNDES, já estou mandando o projeto de lei para a Câmara. O projeto já está pronto e vamos pedir agora a autorização para contrair o empréstimo e dar continuidade ao maior programa de pavimentação asfaltica da história de Cuiabá”, acrescentou.

Sem “bomba-relógio”

O prefeito ainda rebateu alegações dando conta de que estaria armando uma “bomba-relógio” para seu sucessor, em razão de sucessivos empréstimos que vêm sendo contraídos por sua gestão.

Nos últimos meses, ele teve autorização da Câmara para obter um empréstimo de R$ 50,8 milhões junto ao Banco do Brasil, para construção de viadutos na Avenida das Torres e na Avenida Beira Rio.

Há também um segundo empréstimo com o Banco do Brasil, totalizando R$ 28 milhões, e um de R$ 125 milhões com a Caixa Econômica Federal.

Por fim, há um empréstimo de R$ 440 milhões junto à Corporação Andina de Fomento (CAF), também chamada de Banco de Desenvolvimento da América Latina.

“O dinheiro público é para ser investido na melhoria da qualidade de vida das pessoas, na melhoria da cidade. O poder público não pode poupar dinheiro público com intuito de arrecadar lucros. Temos a responsabilidade e o dever de receber os recursos pagos pelos contribuintes e reinvesti-los no social”, disse.

“E é isso que estou fazendo com a capacidade de endividamento e de pagamento que Cuiabá tem. Dentro do equilíbrio FIscal, dentro das ótimas linhas de crédito oferecidas em âmbito nacional e internacional”, concluiu.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Mendes assina memorando para fornecer energia elétrica à Bolívia

Leia em seguida

Arcanjo tem prisão revogada e volta para casa após 4 meses na PCE