Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Selma critica adiamento de votação e convoca para ato pró-CPI

Senadora afirmou que o povo brasileiro quer que temas prioritários recebam mais atenção

Em discurso no Plenário do Senado nesta terça-feira (24), a senadora Selma Arruda (Podemos) demonstrou insatisfação com a mudança de data da votação da Reforma da Previdência que estava marcada para hoje.

 

“Faço uma reflexão sobre os critérios que esta Casa tem utilizado para determinar o que é mais necessário se decidir. Hoje nós deveríamos votar aqui a Reforma da Previdência. Infelizmente isso não vai acontecer, porque a presidência desta Casa entendeu por bem convocar uma sessão do Congresso Nacional para decidir, entre outras pautas, os vetos do presidente da República em face da Lei de Abuso de Autoridade. É uma inversão, um desrespeito ao povo brasileiro, com todo respeito que eu devo ao presidente Davi Alcolumbre, que agora não se faz presente. Nós temos, sim, prioridades. O povo brasileiro tem essa prioridade”, afirmou a parlamentar.

A senadora aproveitou para falar sobre a importância da CPI da Lava Toga para o País e os impactos do combate à corrupção na reforma da previdência.

“A CPI da Lava Toga é o começo da verdadeira limpeza. Nós temos a Lava Jato, que já fez um grande serviço para o Brasil. Mas tenho certeza, e não é só nos tribunais superiores, de que o Judiciário, o Ministério Público, todas as instituições têm que ser passadas a limpo. A economia com a reforma da previdência e outras reformas vão nos proporcionar a canalização para o bem do povo e não para desperdícios, para a corrupção”.

A senadora aproveitou ainda para falar sobre a manifestação de amanhã (25), na Praça dos Três Poderes em Brasília (DF).

 

“Brasil, venha para cá amanhã, nós estamos esperando você, brasileiro, brasileira, que tem a vontade de colocar aquela camiseta amarela na qual está escrita que o meu partido é o Brasil. Não há ação partidária, nós aqui não temos nenhuma política que não seja absolutamente republicana. Nós queremos que as pessoas venham aqui para pedir às autoridades dos três Poderes: Pelo amor de Deus, vamos agir republicanamente”.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Governo de MT arrecada R$ 500 milhões a menos que o previsto

Leia em seguida

Apostador de MT acerta na Mega e ganha R$ 43 milhões sozinho