Notícias de Última Hora :

Atleta olímpico participa de jogo de fuga em Cuiabá

Dia do fonoaudiólogo: entenda a importância desse profissional no ambiente hospitalar

Profissionalismo e dedicação marcam 20 anos de profissão da fonoaudióloga Samia Ribeiro

Chapa 2 Integração protocola pedido para que profissionais da contabilidade tenham férias fiscais em MT

Adrenalina, desafios e diversão te esperam no Halloween da Escape60, em Cuiabá

Encontro automobilístico “Esperienza” supermáquinas entra para o calendário de eventos em Mato Grosso

Experiência única de recreação e entretenimento: Conheça o Escape60′

Fotógrafo vem a MT para ensaios que levantam autoestima de mulheres

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

terça-feira, 18 de janeiro de 2022

Casal encontrado em carro morreu asfixiado por gás carbônico

Peritos encontraram falhas de vedação no veículo; casal foi achado morto no dia 30 de agosto deste ano

A morte do casal Joares Moreira Alves Filho e Elisangela Bargos Gonçalves, encontrado dentro de um carro no dia 30 de agosto, no Bairro Dom Osório, em Rondonópolis (a 218 km de Cuiabá), foi causada por inalação acidental de monóxido de carbono.

Segundo laudo pericial elaborado pela Gerência Regional de Criminalística do município, o gás proveniente do sistema de escapamento de gases do veículo se expandiu pelo carro devido a falhas de vedação no assoalho do veículo e na tampa do porta-malas, atingindo altas concentrações.

Foram realizados testes no veículo que apontaram tais falhas e que sugerem que o caso trata-se de inalação acidental do gás. A falha pode ter sido causada por ausência de manutenção ou manutenção inadequada, tanto no sistema de escape quanto em pontos de vedação contra gases e partículas sólidas.

Na ocasião do fato, foi informado aos peritos que um casal foi encontrado sem vida no interior de um veículo. O irmão de uma das vítimas teria passado pelo local, avistado o veículo estacionado e, ao verificar o que ocorria em seu interior, encontrou as vítimas sobre os bancos dianteiros, removendo-as no intuito de prestar socorro.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi até o local e constatou o óbito do casal.

O laudo de necropsia, elaborado pela Gerência de Medicina Legal, indica compatibilidade dos óbitos com asfixia por monóxido de carbono. Os laudos periciais serão anexados ao inquérito conduzido delegado Daniel Rozão Vendramel.

Testes

Em três testes realizados no veículo, em período aproximado de 10 minutos, a concentração detectada pelo aparelho medidor de gases atingiu 1000 ppm, a concentração máxima que pode ser detectada pelo instrumento. A média de aumento de concentração foi de 100 ppm/ minuto. Removido o aparelho do interior do veículo, a concentração atingiu rapidamente 11 ppm, até retornar a 0 ppm.

Na análise do veículo, foi constatada que a tampa do porta-malas não estava fechando e havia grande espaço, permitindo a passagem de gases na lanterna traseira esquerda, além de diversos pontos de corrosão no assoalho do veículo.

 

Ler Anterior

Fraude? Capitão da Nicarágua diz não ter votado em Messi

Leia em seguida

Mulher mata própria irmã com 189 facadas e arranca olhos e orelhas