Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

quinta-feira, 29 de outubro de 2020

Mulher mata própria irmã com 189 facadas e arranca olhos e orelhas

Motivo do ataque teria sido a inveja nutrida pela irmã mais velha

Uma mulher será julgada por ter arrancado os olhos, as orelhas e assassinado a própria irmã de 17 anos com 189 facadas. O crime aconteceu em 2016, na cidade de São Petersburgo, na Rússia, porém, na época, Elizaveta Dubrovina foi enviada para uma clínica de tratamento psiquiátrico.

O motivo do ataque teria sido a inveja nutrida pela irmã mais velha. Apesar das acusações, Elizaveta nega que tenha assassinado a irmã, Stefania e afirma que o culpado é o namorado da vítima, Alexey Fateev, hoje com 44 anos. Entretanto, ele negou que tenha relação com a morte da modelo.

A versão de Fateev diz que ele encontrou o corpo de Stefania nu e totalmente massacrado depois de voltar de uma loja de vinho. Segundo o jornal Komsomolskaya Pravda , o corpo da jovem estava “quase arruinado pelo corte realizado pela irmã mais velha da garota”.

Através de um comunicado do tribunal, os promotores disseram que a irmã mais velha “agiu com particular crueldade ” ao arrancar os olhos de Stefania e que “ela zombou da irmã, fazendo com que ela sofresse dores excruciantes por causa de sua aversão”.

Caso seja considerada culpada pelo ataque de fúria que vitimou sua irmã , Elizaveta pode ser condenada a 25 anos de prisão.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Casal encontrado em carro morreu asfixiado por gás carbônico

Leia em seguida

Polícia Militar prende mais três por latrocínio de empresário em MT