Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

quinta-feira, 29 de outubro de 2020

Governo reduz gastos e diminui estouro da folha; TCE aumenta

Executivo gastou R$ 7,2 bilhões com os salários dos servidores entre janeiro e agosto

O Governo do Estado conseguiu reduzir em 1,14 ponto percentual o estouro dos limites de gastos com a folha de pagamentos dos servidores, estabelecidos na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). O Tribunal de Contas do Estado (TCE), por outro lado, aumentou 0,4 ponto.

Os dados foram apresentados pelo secretário de Fazenda, Rogério Gallo, na última terça-feira (24), durante apresentação do balanço do 2º Quadrimestre de 2019.

Segundo os números, o Governo gastou R$ 7,2 bilhões com os salários dos servidores entre janeiro e agosto. No mesmo período do ano passado o gasto foi de R$ 7,3 bilhões. A receita total foi de R$ 11,7 bilhões.

Desta forma, o Governo gastou 57,88% de seu orçamento com despesa de pessoal. No primeiro quadrimestre deste ano, o gasto era de 58,55%. O gasto máximo com salários, permitido pela LRF, é de 49% do orçamento.

O estouro segue desde o segundo quadrimestre de 2015, na Gestão Pedro Taques (PSDB).

Ainda de acordo com o secretário, outro Poder com as contas estouradas é o Tribunal de Contas (TCE). No primeiro quadrimestre, era 1,31% do orçamento do Estado gasto com salários. Já no segundo quadrimestre, subiu para 1,35%. O limite máximo da LRF é de 1,23%.

 

Já a Assembleia Legislativa gastou 1,65% do orçamento com pessoal. O limite para este Poder é de 1,77%.

Poder Judiciário e Ministério Público não enviaram seus números ao Governo para divulgação.

 

Veja o gráfico:

 

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Emanuel cria Secretaria do Turismo e extingue Serviços Urbanos

Leia em seguida

Ginásio “Fiotão” é reinaugurado em Várzea Grande por R$ 12 mi