Notícias de Última Hora :

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

quinta-feira, 3 de dezembro de 2020

Selma: governadores e prefeitos se escondem atrás do Congresso

Segundo congressista de Mato Grosso, há que se considerar ainda as particularidades de cada Estado

A senadora Selma Arruda (Podemos) afirmou ser contrária à inclusão de estados e municípios na Reforma da Previdência do País. A medida vem sendo estudada pelo Senado e a ideia é apresentar uma Proposta de Emenda à Constituição – a chamada “PEC paralela” ao texto já aprovado na Câmara dos Deputados.

Na avaliação de Selma, contudo, a PEC seria uma forma de os governadores e prefeitos se esquivarem de suas responsabilidades e, consequentemente, evitar críticas dos eleitores.

“Muitos governadores e prefeitos estão se escondendo atrás do Congresso para não terem que dar explicações a seu eleitorado”, disse ela.

“Sou sempre contra esse tipo de coisa, acho que os políticos têm que ser transparentes e enfrentar os bons e maus momentos de alma limpa e olhando no olho de seu eleitor”, emendou a senadora.

Segundo ela, há que se considerar ainda as particularidades de cada Estado, de modo que replicar o texto aprovado pela Câmara não seria a medida mais adequada.

“Cada Estado, cada Município tem sua realidade. Tem Estado que tem crise muito grave, tem Estado com capacidade de recuperação muito maior. Enfim, penso que isso pode ser tratado sim individualmente”, acrescentou Selma.

“Maluquice”

Em entrevistas recentes, o governador Mauro Mendes (DEM) tem dito que a aprovação da PEC evitaria um caos no sistema previdenciário do País.

Ele inclusive tem mantido reuniões com senadores na tentativa de sensibilizá-los pela aprovação da medida.

“Seria inimaginável ter um País com dezenas, centenas de regimes jurídicos diferentes. Já pensou em Cuiabá um servidor se aposentando com 65 anos, outro com 50 anos, o da Prefeitura com 60. Quer dizer, uma maluquice no País”, disse.

“Há que se imaginar que o Senado vai seguir nessa linha que já está amplamente divulgada, que é fazer uma PEC paralela para inclusão de estados e municípios”, afirmou o governador.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Enfermeira some após sair do trabalho; marido aciona a polícia

Leia em seguida

Tiroteio entre PM e ladrões termina com um morto e outro baleado