Notícias de Última Hora :

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

sábado, 5 de dezembro de 2020

PF cumpre mandados em MT e mira R$ 19 milhões em propinas

Operação Romanos apura crimes de corrupção passiva praticados por auditores fiscais

A Polícia Federal do Paraná deflagrou na manhã desta terça-feira (1º) a 4ª fase da Operação Carne Fraca, denominada Romanos.

A investigação tem como base a colaboração da BRF, que indicou ao menos 60 auditores fiscais que teriam sido favorecidos com cerca de R$ 19 milhões em propina.

Os valores seriam pagos em espécie, por meio de contratos fictícios com empresas, e até com custeio de planos de saúde, segundo indica a investigação da PF.

A BRF teria interrompido a prática em 2017, quando passou por uma reestruturação interna.

Estão sendo cumpridos 68 mandados de busca e apreensão em nove estados: Paraná, São Paulo, Santa Catarina, Goiás, Mato Grosso, Pará, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara Federal de Ponta Grossa, no interior do Paraná.O nome da operação faz referência a passagens bíblicas do Livro de Romanos, que tratam de confissão e Justiça.

A última fase da Carne Fraca foi deflagrada em março do ano passado, mirando justamente na BRF. Na ocasião, o ex-presidente da empresa Pedro de Andrade Faria foi um dos dez alvos de prisão.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Ibama libera terras indígenas embargadas por irregularidades

Leia em seguida

Cliente é baleado no peito em assalto no Banco Itaú em Cuiabá