Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

quarta-feira, 21 de outubro de 2020

Santa Casa deve realizar mais de 300 consultas em prevenção ao câncer de mama

No dia 19 de outubro, o Hospital Estadual Santa Casa realizará um mutirão de consultas para atender aproximadamente 300 pacientes em consultas de mastologia

O Hospital Estadual Santa Casa deve realizar mais de 300 consultas em mastologia, além de exames de mamografia e ultrassom de mama durante o mês de outubro. O anúncio foi feito na noite desta segunda-feira (30.09), na recepção da unidade, durante a cerimônia de lançamento da 10ª edição da campanha Outubro Rosa, mês de combate ao câncer de mama.

O evento contou com a presença do governador Mauro Mendes, do secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, da diretora do Hospital, Danielle Carmona, e de representantes do MT Mama, que uniram esforços para fortalecer essa importante causa. Em referência a campanha, a fachada da unidade ganhou uma iluminação especial, totalmente rosa.

“O Outubro Rosa é um mês para chamar a atenção dessa importante campanha que é desenvolvida em todo o Brasil e será realizada no Estado de Mato Grosso para prevenir uma doença que, se diagnosticada precocemente, há uma grande probabilidade de ter cura definitiva. Ao logo deste mês, nós vamos, aqui no Hospital Estadual Santa Casa e nas nossas unidades de todo o Estado, fazer uma grande campanha, mutirões para fazer exames, consultas e diagnóstico para que nós possamos prevenir e dar respostas objetivas a nossa população”, disse o governador Mauro Mendes.

Em Mato Grosso, a Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica estima que 680 novos casos de câncer de mama podem ser diagnosticados para cada ano do biênio 2018-2019, com risco estimado de 48,98 casos a cada 100 mil mulheres em todo Estado.

Diante desses dados, o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, ressaltou que os trabalhos voltados para saúde da mulher serão intensos durante todo o mês de outubro, não apenas no Hospital Estadual Santa Casa, mas também em outras unidades de saúde do Estado.

“Queremos intensificar as ações das consultas ambulatoriais, realizando, aqui no Hospital Estadual Santa Casa, uma média de 300 exames neste mês e atendendo todas as pacientes que necessitarem de mamografia, ultrassonografia e a consulta com mastologista. Em relação aos demais municípios, todos os nosso Hospitais, principalmente aqueles que tem capacidade para tratar dessa doença, como é o caso do Hospital Regional de Cáceres, estaremos realizando procedimentos para a identificação do diagnóstico precoce do câncer mama”, explicou o gestor.

Os números mostram que, apenas em Cuiabá, são estimados aproximadamente 220 casos novos da doença, com um risco de 67,89 diagnósticos para 100 mil mulheres; o câncer de mama representa um percentual de 27,5% do total de casos de câncer.  Além disso, dados mostram que as mulheres devem estar atentas não apenas à mama, mas também ao câncer de colo de útero e cólon reto, que aparecem entre os mais incidentes.

A Diretora do Hospital Estadual Santa Casa, Danielle Carmona, destacou que, em aproximadamente duas semanas, o mutirão de exames específicos para identificação do câncer precoce será realizado.  “Sabemos da necessidade da prevenção e do diagnóstico, então já temos programado um mutirão de consultas, para atender 300 pacientes em consultas em mastologia, no dia 19 de outubro. Deste quantitativo, faremos os exames diagnósticos que forem necessários”, explicou.

Unidade itinerante

Com objetivo de intensificar o diagnóstico precoce do câncer, outro importante projeto anunciado pelo secretário de Saúde, durante a campanha, é uma unidade móvel que deve percorrer outras cidades de Mato Grosso proporcionando acesso das mulheres a consultas.

Essa unidade móvel estará equipada com aparelho de mamógrafo, ultrassom, gabinete odontológico, consultório e uma área reservada para a realização de palestras sobre a saúde da mulher. “Essa unidade vai atuar nos mais diversos municípios do Estado levando a oportunidade de realizar diagnósticos de câncer de mama”, explicou Gilberto Figueiredo.

Campanha Outubro Rosa

Outubro Rosa é uma campanha anual realizada mundialmente, com objetivo de alertar a sociedade sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama. Além disso, a campanha visa à disseminação de dados preventivos e ressalta a importância de olhar com atenção para a saúde. Durante o mês, diversas instituições abordam o tema e alertam para a realização de exames preventivos que detectam o câncer precoce.

Câncer de mama

O câncer de mama é um tumor maligno que ataca o tecido mamário e é um dos tipos mais comuns, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA). Ele se desenvolve quando ocorre uma alteração de apenas alguns trechos das moléculas de DNA, causando uma multiplicação das células anormais que geram o cisto. Os especialistas dizem que a maior incidência da doença ocorre na faixa-etária dos 50 aos 69 anos. Para prevenir, visando ao diagnóstico precoce, é recomendado que a mulher realize o exame de mamografia a partir dos 40 anos.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Comerciantes de rua recebem capacitação sobre empreendedorismo

Leia em seguida

Vereador critica líder comunitário e audiência acaba em confusão