Notícias de Última Hora :

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

terça-feira, 26 de janeiro de 2021

Vereador critica líder comunitário e audiência acaba em confusão

Abílio disse que parte dos presentes no evento era “puxa-saco” do prefeito e irritou moradores

Uma audiência pública realizada na Praça do Jardim das Américas, na noite da última segunda-feira (30), terminou em um bate bate-boca entre moradores, líderes comunitários e o vereador Abílio Brunini (PSC).

A audiência para debater a requalificação da praça – cuja obra está em andamento – foi requerida pelo vereador Felipe Wellaton (PV).

Em dado momento da reunião, o presidente do bairro, José Teixeira, lembrou que a revitalização da praça é uma briga antiga dos moradores. Ele disse que muitos gestores passaram pelo Palácio Alencastro e nada fizeram e elogiou a administração do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

“Essa audiência é importante para gente estudar o que é melhor para o bairro e para os vizinhos que vão utilizar a praça também. Estamos brigando há 34 anos. Passou governador, prefeito, deputados… Falei com governadores, todos enrolaram o nosso bairro, não tinham respeito com nosso bairro, que é o que mais arrecada IPTU na cidade”, discursou ele.

“Graças a Deus o prefeito Emanuel Pinheiro entrou na Prefeitura, graças a ele e aos secretários Roberto Stopa (Serviços Urbanos) e Juarez Samaniego (Meio Ambiente), essa obra está saindo”, emendou o presidente.

A declaração foi o bastante para que ele fosse vaiado por parte daqueles que acompanhavam a audiência.

“Não estamos aqui para politicagem. Para de ‘puxa-saquismo’”, diziam alguns moradores.

O vereador Felipe Wellaton precisou intervir e pediu que os moradores evitassem ataques pessoais e mantivessem o nível do debate.

 

“Não queremos definir quem é dono da praça, ela é fruto da união muitas forças e pessoas. Vamos se ater ao projeto de execução da praça”, disse.

“Não se envaideça”

Na sequência, foi dada a palavra ao vereador Abílio Brunini, que disparou: “Quero deixar uma coisa clara, senhor Teixeira. Não se envaideça com os aplausos porque metade dos aplausos são servidores da prefeitura, puxa-sacos do prefeito”.

Foi então que alguns moradores começaram novamente uma gritaria, pedindo que o vereador respeitasse a fala do presidente de bairro.

Muito se aglomeraram em frente à mesa onde estavam as autoridades e iniciou um bate-boca generalizado.

Neste momento, o secretário Stopa, que acompanhava a audiência, se retirou do local. Parte dos moradores também deixou a audiência.

“Não vou admitir violência física. Peço aos presidentes bairros, aos moradores que ajam com respeito. Vamos manter aqui o equilíbrio. Democracia é a diversidade de ideias. Respeito tem que ser no ouvido, não no ponto de vista agressivo, físico”, disse o vereador Felipe Wellaton, que mal conseguia falar em meio a confusão.

“Essa praça não é do Felipe Wellaton, não é do prefeito, não é do José Teixeira. É dos moradores e contribuintes dessa praça, deste bairro, desta cidade. Dos moradores das casas, dos prédios, dos moradores de Cuiabá. Não existe rivalidade quando se tem um bem comum. Ninguém quer homenagem, nem estatua, estamos cobrando qualidade”, encerrou ele.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Santa Casa deve realizar mais de 300 consultas em prevenção ao câncer de mama

Leia em seguida

Homem é preso acusado de matar jornalista por causa de R$ 3