Notícias de Última Hora :

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

quarta-feira, 4 de agosto de 2021

Botelho detona Energisa e chama diretores para falar na AL

Audiência pública será realizada no próximo dia 15; deputado ainda advertiu bancada federal de MT

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), teceu duras críticas à Energisa, concessionária de energia elétrica em Mato Grosso, em razão dos serviços prestados pela empresa.

Segundo ele, além de tarifas “absurdas” a empresa ainda tem um atendimento de “péssima qualidade”.

Botelho inclusive requereu uma audiência pública para o próximo dia 15, com a intenção de ouvir o presidente da empresa, Riberto José Barbanera, e demais diretores.

“Vamos solicitar a presença dos diretores, primeiro para que expliquem essa tarifa altíssima e o atendimento péssimo. Nós cuiabanos somos muito bondosos, vem um pessoal desse aqui e faz o que quer: fecha agência, não atende, não consegue fazer um encerramento de conta, um atendimento péssimo e nós estamos todos quietos”, criticou o presidente.

Segundo ele, desde que a concessionária assumiu os serviços, houve um aumento significativo no número de reclamações junto aos órgãos de defesa ao consumidor, por exemplo.

Botelho citou também que, paralelo a isso, há uma diminuição no quadro de funcionários da empresa.

“Por isso faremos a audiência, para que eles venham aqui para discutir com a população de peito aberto e falar o que esse grupo pretende em Mato Grosso”, disse.

“Ou dizer se vai ser mais um grupo que vai vir pra cá, espoliar o povo, deixar o povo de lado, surrupiar o dinheiro daqui e ir embora como foi o grupo que antecedeu a Energisa”, emendou Botelho.

Apoio da bancada

O presidente ainda chamou atenção da bancada federal em Mato Grosso para que participe dessa discussão e para que cobrem providências da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

“Convoco os deputados federais e senadores para que venham aqui atender o povo, essa reclamação da Energisa é muito grande. E eles têm que ver isso, ir conosco a Aneel, fazer a reivindicação, reclamar”, afirmou.

“Não pode aparecer só na hora do voto, na hora de pedir voto pro povo. Tem que atender agora. Esse clamor em relação à Energisa é muito grande, a população revoltada”, concluiu o presidente.

Estão sendo convidados para a audiência, representantes do Sindenergisa, Ager, OAB, Fiemt, Aprosoja, Procon-MT, Prefeituras de Cuiabá e Várzea Grande, CDL, Aneel, dentre outras entidades.

Ler Anterior

Jornalistas de Cuiabá denunciam colega por importunação sexual

Leia em seguida

Policiais flagram e prendem suspeitos que iam buscar carro roubado