Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

terça-feira, 27 de outubro de 2020

Polícia prende homem que matou namorada para receber seguro

José Carlos Gomes Fernandes foi condenado a 18 anos de cadeia; crime aconteceu em 2011

A Polícia Civil localizou e prendeu na manhã desta sexta-feira (04), José Carlos Gomes Fernandes, 42 anos, em cumprimento a um mandado de prisão decorrente de uma condenação por homicídio.

Ele foi localizado por policiais da Gerência Estadual de Polinter e Capturas e da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá em uma residência no Jardim Umuarama, na Capital.

José Carlos foi condenado a 18 anos pelo crime de homicídio qualificado cometido contra sua ex- namorada. O júri foi realizado no dia 11 de setembro deste ano.

De acordo com o delegado Marcel Gomes, da DHPP, desde a expedição do mandado de prisão, ao Polícia Civil iniciou as diligências para localizar o réu, tendo sucesso com a prisão nesta sexta-feira na região do Grande CPA.

O mandado de prisão preventiva foi expedido pela 1a Vara Criminal de Várzea Grande.

Crime

O crime ocorreu em setembro de 2011, na estrada da Praia Grande, em Várzea Grande.

De acordo com as investigações, José Carlos forjou um acidente de trânsito e arremessou a ex-namorada, Dalícia Fernandes, do carro em uma lagoa, matando-a por afogamento.

Conforme a denúncia do Ministério Público Estadual, o réu simulou o acidente para receber um prêmio de seguro de vida em nome da vítima.

Foi constatado durante o processo que José Carlos, em fevereiro de 2011, procurou uma empresa de seguros e contratou apólice em nome da vítima, no qual seria o único beneficiário.

Após a morte da ex-namorada, antes mesmo do final da sindicância, já que os familiares não sabiam da existência do seguro, o réu enviou à empresa carta de desistência do recebimento do prêmio.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Avião do Governo sofre pane e fuselagem atinge o solo

Leia em seguida

Juíza vê “ostentação” de ex-vereador e reforça penhora de bens