Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

sábado, 24 de outubro de 2020

Menor mata e decapita mulher que o chamou de “ladrão”

Corpo de Fátima Pupo Camargo foi encontrado no dia 6 em estado de decomposição

A Polícia Civil de Juara (a 709 km de Cuiabá) identificou e apreendeu um adolescente acusado de ter assassinado uma mulher identificada como Fátima Pupo Camargo, 45 anos.

O menor, cuja idade não foi revelada, era vizinho da vítima e decidiu matá-la supostamente por ter sido injuriado por ela.

A vítima foi encontrada morta e em avançado estado de decomposição, no dia 6 de outubro, no interior de sua residência, na Linha Julião.

Assim que foi acionada sobre a ocorrência, a equipe da Polícia Civil de Juara iniciou as investigações, que apontaram o menor como autor do homicídio.

O adolescente, acompanhado de sua mãe e do Conselho Tutelar, foi ouvido pelo delegado Carlos Henrique Engelmann, a quem confessou que matou a vítima e deu detalhes sobre a ação e motivação.

Segundo o adolescente, após uma situação em que foi injuriado pela vítima, ele entrou na casa dela durante a madrugada e a atingiu com diversos golpes da faca enquanto ela dormia.

Ao ver a vítima agonizando, o adolescente aplicou um golpe na região da garganta, decepando a sua cabeça e finalizando o crime.

“O menor disse que decidiu matar a sua vizinha pelo fato de ela o ter chamado de ‘vagabundo’ e ‘ladrão’, fato que motivou o crime”, disse o delegado.

O inquérito policial será convertido em procedimento especial de apuração de ato infracional e assim que concluído será encaminhado ao judiciário e a promotoria cível de Juara.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Incêndio de grandes proporções destrói três lojas do Centro

Leia em seguida

AL aprova CPI para investigar concessionária de energia em MT