Notícias de Última Hora :

Dia do fonoaudiólogo: entenda a importância desse profissional no ambiente hospitalar

Profissionalismo e dedicação marcam 20 anos de profissão da fonoaudióloga Samia Ribeiro

Chapa 2 Integração protocola pedido para que profissionais da contabilidade tenham férias fiscais em MT

Adrenalina, desafios e diversão te esperam no Halloween da Escape60, em Cuiabá

Encontro automobilístico “Esperienza” supermáquinas entra para o calendário de eventos em Mato Grosso

Experiência única de recreação e entretenimento: Conheça o Escape60′

Fotógrafo vem a MT para ensaios que levantam autoestima de mulheres

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

segunda-feira, 17 de janeiro de 2022

Procon-MT orienta consumidores que questionam faturas de outubro

Consumidor deve analisar a faixa de ICMS correspondente ao consumo do mês

A estação da seca acabou, as temperaturas baixaram e as contas de energia elétrica começaram a chegar. Com o calor excessivo de setembro, que resultou em aumento na conta de energia, é preciso ficar atento à fatura, alerta o Procon estadual. O primeiro passo é observar se a leitura foi de fato realizada ou se foi por média de consumo.

Tal informação deve constar na fatura de energia. Em um segundo momento, o consumidor precisa analisar seu histórico de consumo dos últimos meses, inclusive do mesmo período do ano anterior. Essas informações também estão nas contas. Outra dica é observar o número de dias faturados, que deve ser de 27 a 33 dias, no máximo.

Da mesma forma, o consumidor deve analisar a faixa de ICMS correspondente ao consumo do mês. Em Mato Grosso o ICMS é escalonado, ou seja, quanto mais quilowatts-hora são consumidos maior é a alíquota de imposto. Além disso, há o custo da bandeira tarifária, que em setembro deste ano foi a vermelha, patamar 1 (R$ 4,00 para cada 100 quilowatts-hora).

m setembro deste ano foi a vermelha, patamar 1 (R$ 4,00 para cada 100 quilowatts-hora).

 

Se a leitura foi estimada, se o consumo está muito fora do normal para aquele período ou se houve acúmulo de leitura, o consumidor deve acionar a concessionária e o Procon, caso a empresa não apresente uma solução.

 

“Uma conta fora do normal para determinado período, se não questionada, vai impactar no histórico de consumo daquela unidade consumidora e, consequentemente, em possíveis faturamentos por média que forem realizados”, alerta a secretária adjunta do Procon-MT, Gisela Simona.

 

De acordo com o engenheiro eletricista Teomar Estevão Magri, de forma geral, o calor excessivo influência em cerca de 20% o consumo de energia – isso com os aparelhos de ar-condicionado sendo utilizados dentro da mesma quantidade de horas de dias normais. O mesmo acontece com as geladeiras, que também consomem mais energia para manter a temperatura programada em dias muito quentes.

 

“Se mantiver as mesmas condições de funcionamento, cada grau a mais na temperatura ambiente aumenta em 3,5% o consumo de energia”, explica o engenheiro, que também é membro do Conselho de Consumidores de Energia Elétrica do Estado de Mato Grosso (Concel-MT).

 

Somado a isso, existe o consumo de energia por horas a mais em funcionamento, principalmente no caso de ar-condicionado, ventilador, umidificador de ar e chuveiro, além da alíquota de ICMS e bandeira tarifária.


Ler Anterior

Polícia Militar apreende mais de 30kg de drogas escondidas em geladeira

Leia em seguida

Onça invade casa, se esconde embaixo da pia e assusta moradores