Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Vereador cita tentativa de coação e admite disputar Prefeitura

Alvo de um pedido de cassação, Abílio se diz tranquilo e que também representará colegas

O vereador Abílio Junior (PSC) afirmou haver um clima de intimidação e coação contra ele por parte de alguns colegas na Câmara de Cuiabá. Parte disso, por conta do processo eleitoral do próximo ano, no qual está cotado para disputar a Prefeitura de Cuiabá.

Na última semana, o vereador de oposição passou a ser alvo de um processo disciplinar que pode levar à cassação de seu mandato, por quebra de decoro parlamentar.

Para Abílio, a representação é fruto de sua atuação e de seus posicionamentos incisivos contra o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) e membros de sua base.

Ele citou, por exemplo, sua postura em contrariedade a dois projetos em debate no Legislativo nos últimos dias.

O primeiro que pode acarretar no aumento de salário do prefeito e o outro que permitiria um pagamento de auxílio doença aos vereadores, retroativo a janeiro deste ano, mesmo o texto tendo sido aprovado este mês.

 

“Tenho feito ataques contínuos à Mesa Diretora, ao prefeito e a seus aliados. É natural que, com esses posicionamentos, exista essa tentativa de me coagir, de me silenciar”, disse Abílio.

 

“Então, o ambiente aqui é muito difícil. Com alguns vereadores eu nem converso. Eles não me dão nem bom dia. O que não me desmotiva. Pelo contrário, me motiva muito mais a trabalhar aqui dentro da Câmara”, acrescentou.

 

Abílio afirmou que sua atuação tem “atrapalhado” projetos políticos. “O Misael Galvão tem um projeto político junto com o prefeito Emanuel e estou atrapalhando o projeto dos dois. Mas quero ver se terão coragem de cassar o meu mandato, mesmo sem terem tido coragem de afastar o prefeito”, afirmou.

Candidatura a prefeito  

Sobre a possibilidade de concorrer ao Alencastro, em outubro do ano que vem, Abílio disse ter isso como um “projeto” neste momento. Entretanto, citou que outros membros de oposição também estão cotados para a disputa.

“Quanto mais me perseguem, mais me sinto motivado a disputar. Quanto mais me difamam, mais me caluniam, mais motivado eu fico. Em razão de tudo de ruim que vem acontecendo na Prefeitura, dos problemas que a Capital enfrenta e dessa perseguição, sinto esse desejo muito grande de me candidatar a prefeito”, afirmou.

“Estamos trabalhando esse projeto, sim. Quer seja eu, ou o vereador Diego Guimarães, o Felipe Wellaton, um desses nomes vai disputar”, disse.

Ele afirmou também que o PSC já sinalizou que deve apoiar seu projeto à Prefeitura. Abílio disse, inclusive, que o partido afastou da executiva municipal o ex-vereador Oséas Machado e o secretário de Ordem Pública da Capital, coronel Leovaldo Sales.

 

Defesa e ataque

 

O vereador também demonstrou estar tranquilo em relação ao processo que pede a cassação de seu mandato.

 

O procedimento foi oficializado pelo presidente da Comissão de Ética, vereador Toninho de Souza (PSD). O relator do processo é o vereador Marcrean Santos (PRTB).

A representação é de autoria de Oséas Machado, que atualmente responde pela diretoria do Hospital São Benedito.

“Não sei se a cassação acontece. Vai depender do conjunto do processo. Assim que eu for notificado, tenho cinco sessões para apresentar a defesa. E assim pretendo fazer. Farei a defesa, mas também farei o ataque”, advertiu.

Ele adiantou que também prepara representações que serão ingressadas contra cinco de seus colegas. Mas preferiu não revelar os nomes dos alvos, neste momento.

“Tenho cinco processos para apresentar por atos irregulares cometidos por outros vereadores. Por estratégia, ainda não vou revelar quem são”, completou.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Agente é acusado de tentar matar mecânico por ciúme

Leia em seguida

Terreno pega fogo e fumaça se alastra pela Avenida da FEB