Notícias de Última Hora :

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

quarta-feira, 27 de janeiro de 2021

Os 78 anos de Bezerra na estrada

Plenário Grande Expediente Dep. Carlos Bezerra – PMDB/MT Foto: Diógenis Santos

arlos Bezerra, o líder do MDB de Mato Grosso completa 78 anos nesta sexta-feira, 4 de novembro.

Nascido em Chapada dos Guimarães, Carlos Gomes Bezerra entrou na vida pública militando no movimento estudantil em Cuiabá.

Pegou gosto pela política e, ainda jovem, se filiou ao PTB. Com a extinção dos partidos e a instituição do bipartidarismo (Arena e MDB) pelos militares do governo de 1964, assinou ficha de filiação ao MDB – carinhosamente chamado de Manda Brasa, mas cujo nome era Movimento Democrático Brasileiro.

Em 1970 Bezerra tentou o impossível para a época: se eleger deputado estadual pelo MDB em Mato Grosso. Não conseguiu. O ambiente cuiabano era extremamente governista.

Governador, no auge do poder

Quatro anos depois da primeira tentativa, Bezerra chegou à Assembleia Legislativa. Começa ali sua trajetória de poder.

Em 1978 se elegeu deputado federal e foi para Brasília fazer oposição ao governo militar.

Com um olho na Câmara Federal e outro na Prefeitura de Rondonópolis, onde morava, advogava e tinha uma cerâmica, Bezerra aplainou seu caminho e venceu a eleição. Sua vitória, apertada, foi facilitada com a incorporação, pouco antes, do PP, que abrigava ex-udenistas. À época seu partido se chamava PMDB, pois o regime militar exigia que toda sigla foi identificada primeiro pela palavra Partido.

Da prefeitura para o Palácio Paiaguás foi um pulo.

Em 1986 Bezerra deixou a prefeitura ao vice-prefeito Fausto Faria, seu correligionário e se lançou ao Governo numa chapa partidária com o vice Edison de Freitas. Venceu com facilidade.

Em maio de 1990 Bezerra renunciou ao mandato para concorrer ao Senado, sem sucesso. O vice Edison de Freitas o sucedeu. Naquele ano o PMDB teve um pífio desempenho nas urnas em Mato Grosso.

Bezerra não desanimou.

Em 1992 novamente disputou a Prefeitura de Rondonópolis. Venceu fácil. Seu vice foi o peemedebista José Rogério Salles.

Em 1994, o palanque o seduziu mais uma vez e ele se elegeu senador. Para concorrer ao cargo renunciou ao mandato na prefeitura sendo substituído por Rogério Salles.

m meio ao mandato no Senado, em 1998, Bezerra resolveu novamente sair candidato a senador dobrando com Júlio Campos (PFL), que disputava o Governo. Foi massacrado nas urnas.

Em 2002 Bezerra tentou a reeleição ao Senado, sem sucesso.

Nas eleições de 2006, 2010, 2014 e 2018 se lançou à Câmara Federal tendo sido eleito nas quatro vezes.

No plano partidário Bezerra acumula a presidência do MDB, PMDB e MDB desde tempos imemoriais.

Sua mulher, Teté Bezerra, por duas vezes foi deputada federal e exerceu mandato de deputada estadual, sempre pelo PMDB.

Bezerra é um dos políticos mais velhos de Mato Grosso. Para alguns é uma velha raposa; para outros, hábil articulador. É figura influente no MDB Nacional e sempre pertenceu à sua Executiva. Exerceu cargos comissionados na esfera federal.

Aos 78 anos, dos quais 49 disputando e exercendo mandatos eletivos, Bezerra não dá sinais de cansaço. Faz política 25 horas por dia, todos os dias, de todas as semanas, de todos os meses, de todos os anos. Idade à parte, por sua disposição, parece que está apenas começando, tamanho seu entusiasmo. A um cidadão assim, so deve desejar VOTOS de vitórias em sua jornada.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

A revolução da energia que vem do sol

Leia em seguida

Madrinhas mostram bumbum em álbum de casamento