Notícias de Última Hora :

Atleta olímpico participa de jogo de fuga em Cuiabá

Dia do fonoaudiólogo: entenda a importância desse profissional no ambiente hospitalar

Profissionalismo e dedicação marcam 20 anos de profissão da fonoaudióloga Samia Ribeiro

Chapa 2 Integração protocola pedido para que profissionais da contabilidade tenham férias fiscais em MT

Adrenalina, desafios e diversão te esperam no Halloween da Escape60, em Cuiabá

Encontro automobilístico “Esperienza” supermáquinas entra para o calendário de eventos em Mato Grosso

Experiência única de recreação e entretenimento: Conheça o Escape60′

Fotógrafo vem a MT para ensaios que levantam autoestima de mulheres

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

terça-feira, 18 de janeiro de 2022

PMs dizem que Taques deu ordem para destruir equipamentos

Zaqueu Barbosa e Evandro Lesco participaram de procedimento na tarde desta segunda-feira (4)

O ex-comandante da Polícia Militar, coronel Zaqueu Barbosa, e o ex-chefe da Casa Militar, coronel Evandro Lesco, afirmaram em depoimento à força-tarefa da Grampolândia Pantaneira que o ex-governador Pedro Taques deu ordem para destruir os sistemas Wytron e Sentinela, que teriam sido usados em interceptações ilegais entre os anos de 2014 e 2015.

A força-tarefa da Grampolândia Pantaneira apura a criação de um escritório clandestino para interceptar adversários políticos do ex-governador.

A afirmação dos coronéis foi dada à delegada Ana Cristina Feldner durante uma acareação na tarde desta segunda-feira (4) no Complexo Miranda Reis. O ex-secretário de Estado de Justiça, coronel Airton Siqueira, também participou do procedimento, mas se reservou ao direito de permanecer em silêncio.

Segundo a delegada, a acareação foi feita porque os investigados apresentaram divergências nos depoimentos com relação à destruição dos materiais. A contradição partiu justamente do coronel Siqueira.

Feldner considerou, porém, a acareação dos coronéis Zaqueu e Lesco “bastante exitosa”.

“O coronel Lesco e coronel Zaqueu falaram e foi muito exitosa a diligência. Podemos dizer que bastante pontos controversos foram elucidados”, disse a delegada.

“Há bastante semelhança nos depoimentos deles [Lesco e Zaqueu]. Eles dizem que a ordem teria partido do então governador Pedro Taques. Importante dizer que é segundo eles. As investigações ainda prosseguem e nada está fechado. Não há uma conclusão das investigações”, acrescentou Feldner.

Para a delegada, o fato do Siqueira ter ficado em silêncio, já que ele tem uma versão diferente dos demais coronéis, não prejudica as investigações. Siqueira nega que Taques tenha dado ordem para destruir os equipamentos.

“É um direito previsto na legislação, que o investigado tem o direito de permanecer em silêncio. E nós asseguramos e respeitamos os direitos constitucionais”, disse a delegada.

“Isso não prejudica a investigação. A investigação tem uma dinâmica. A gente costuma até dizer que se fosse assim era sempre todo mundo só ficar calado que a polícia nunca conseguiria ter êxito de conseguir investigar. Nós temos outras técnicas também, provas testemunhais, provas técnicas, que vão mostrar qual é a verdade”, afirmou Feldner.

A delegada ainda disse que o ex-governador Pedro Taques será ouvido pela força-tarefa. A data, porém, ainda não foi marcada.

 

Ler Anterior

Janaina defende que Mauro tenha respeito com candidatura de Emanuel e com MDB

Leia em seguida

Formatura Proerd