Notícias de Última Hora :

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

sábado, 23 de janeiro de 2021

Fundador do Cirque du Soleil é preso por cultivar maconha

Ele deve ter uma audiência com um juiz de instrução ainda hoje e a justiça procura determinar se a droga está destinada ao tráfico

O fundador do Cirque du Soleil, o canadense Guy Laliberté, foi detido nesta terça-feira na Polinésia francesa. Guy foi acusado de cultivar maconha em seu atol particular no país e compareceu de maneira voluntária a uma delegacia após um pedido das autoridades.

Ele deve ter uma audiência com um juiz de instrução ainda nesta quarta-feira e a justiça procura determinar se a droga está destinada ou não ao tráfico. A polícia já havia interrogado há algumas semanas um amigo dele por posse de droga e foram encontradas fotos das plantações em seu celular.

Em um comunicado da empresa Lune Rouge, “Guy Laliberté se dissocia completamente de qualquer boato que o envolva, de perto ou de longe, na venda ou tráfico de entorpecentes”. Ele ainda afirma que usa a maconha com “fins medicinais e estritamente pessoais”.

“Em Nukutepipi, todos sabem”, declarou um dos funcionários do atol privado, que fica no arquipélago das Tuamotu.

“São dezenas de plantas de paka [nome curto de pakalolo, nome polinésio de maconha]”, completou. Laliberté investiu também na maconha medicinal no Canadá após a legalização. Desde julho, ele aluga seu atol por 900 mil euros por semana, e os hóspedes dispõem de 16 residências luxuosas.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Itaipava leva música e churrasco para Cuiabá e Várzea Grande

Leia em seguida

Polícia identifica propriedade rural onde houve matança de onças