Notícias de Última Hora :

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

quarta-feira, 25 de novembro de 2020

Confronto entre policiais e manifestantes deixa cinco mortos na Bolívia

Os primeiros protestos foram protagonizados por opositores de Morales

Cinco apoiadores de Evo Morales morreram nesta sexta-feira (15) em confrontos violentos com a polícia e militares nos arredores de Cochabamba, reduto do ex-presidente da Bolívia.

A imprensa local noticiou que ao menos oito pessoas ficaram feridas.

Milhares de opositores da autoproclamada presidente Jeanine Añez entraram em conflito com as forças policiais na ponte Huayllani, que foi bloqueada por agentes, quando tentavam chegar à cidade de Cochabamba, a 18 km de distância.

A Comissão Interamericana de Direitos Humanos condenou em um comunicado o “uso desproporcional da força policial e militar”. O órgão publicou nas redes sociais um vídeo dos corpos enfileirados no chão e afirmou, ainda, que “as armas de fogo devem estar excluídas dos dispositivos utilizados pelo controle dos protestos sociais”.

Segundo o comandante da Polícia de Cochabamba, coronel Jaime Zurita, os manifestantes portavam armas, escopetas, coquetéis molotov, bazucas caseiras e artefatos explosivos -mais de cem pessoas foram detidas, afirmou.

“Estão usando dinamite e armamento letal como (fuzis) Mauser 765. Nem as Forças Armadas, nem a polícia têm esse calibre, por isso estou alarmado”, disse.

A tropa de choque, apoiada por militares e um helicóptero, dispersou os manifestantes à noite.

Os conflitos que estouraram um dia depois do anúncio da suposta vitória de Morales nas eleições de 20 de outubro, marcadas por fraudes, deixaram até o momento dez mortos, mais de 400 feridos e 500 detidos, segundo a contagem oficial.

Os primeiros protestos foram protagonizados por opositores de Morales, mas agora são os partidários do ex-presidente que se manifestam contra Áñez.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Líder de facção, mulher é indiciada por mandar matar “colega”

Leia em seguida

Justiça mantém bloqueio de bens de esposa de ex-deputado de MT