Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

quarta-feira, 21 de outubro de 2020

Líder de facção, mulher é indiciada por mandar matar “colega”

Vítima não teria obedecido regras do grupo criminoso e foi punida por integrantes, diz Polícia

A Polícia Civil concluiu em inquérito que três pessoas, possíveis membros de uma facção criminosa, foram os reponsáveis pelo assassinato de um homem identificado como Fernando Pires de Mello, de 28 anos. O crime ocorreu no dia 11 de agosto, em Alta Floresta (803 km de Cuiabá).

Segundo as investigações, a mandante do homicídio é uma mulher identificada pelas iniciais J.C.B.S., conhecida como “Madrinha”.

A vítima, que também seria integrante da facção, morreu por ter descumprido regras impostas pelo grupo.

O corpo de Fernando Pires de Mello foi encontrado com várias lesões na cabeça, em um matagal às margens de uma estrada que liga o Bairro Boa Esperança ao setor de chácaras em Alta Floresta.

No local, também foram encontradas duas pedras sujas de sangue que possivelmente foram utilizadas para golpear a vítima.

De acordo com o delegado, Pablo Carneiro, durante as investigações foi identificado que a vítima era membro da facção e teria recebido ordens dos líderes do grupo para não frequentar mais o Bairro Vila Nova, após se envolver em confusões na região.

“Como a vítima não obedeceu as ordens, então a ‘Madrinha’ determinou que outros dois integrantes aplicassem o castigo, conhecido como ‘salve’, dentro da facção”, disse o delegado.

Com base nos levantamentos, o delegado representou pela prisão preventiva dos suspeitos, as quais foram decretadas pela Justiça. “Madrinha” e um dos suspeitos já estavam presos por outros crimes e tiveram os mandados de prisão cumpridos dentro das respectivas unidades prisionais. O terceiro suspeito continua foragido e é procurado pela Polícia

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Helicóptero é apreendido com indícios de adulteração em MT

Leia em seguida

Confronto entre policiais e manifestantes deixa cinco mortos na Bolívia