Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

segunda-feira, 19 de outubro de 2020

Primavera dá salto econômico e deixa pra trás potências de MT

A cidade de Primavera do Leste, que já passa de 60 mil habitantes, tem tudo para se consolidar não só como uma das principais economias de Mato Grosso, coisa que já é, mas também de todo interior do Centro-Oeste. Segundo divulgação recente do Ministério da Economia do Governo de Jair Bolsonaro (PSL), Primavera ultrapassou, em 2019, potências como Sinop, Lucas do Rio Verde, Campo Novo do Parecis e Nova Mutum, tornando-se terceira colocada no Ranking Estadual de volume de exportações.

Nos dez primeiros meses de 2019, Primavera gerou valores acima de U$ 818 milhões com produtos enviados para fora do Brasil, o que ultrapassa a casa dos R$ 3,2 bilhões. Além de terceira em Mato Grosso, o município assumiu a 48ª posição de relevância na balança comercial entre as mais de 5.500 cidades de todo país. A soja continua sendo o grande carro chefe da produção local, representando 47% do volume exportado. Atrás da oleoginosa, vem o milho, com 37%, e o restante se completa com diversos outros produtos e subprodutos.

O prefeito da cidade, Léo Bortolin (MDB), comemora o crescimento acima da média na cidade, neste ano, e ressalta o fato de que as políticas públicas municipais de incentivo a chegada de novas indústrias e empresas na cidade têm contribuído para que o desenvolvimento econômico aconteça de maneira homogênea. “Se formos comparar o volume exportado nos dez primeiros meses do ano passado com o deste ano, o crescimento é de mais de 100%, isto atrai os olhos dos investidores. Nosso papel é garantir que esta evolução gere empregos, reverta para a cidade condições que possamos melhorar a vida das pessoas e temos conseguido fazer isso”, elencou.

A geração de empregos em Primavera, de fato, também tem chamado a atenção. Os números mostram uma crescente capaz de, em futuro bem próximo, transformar o desemprego em realidade quase extinta na cidade. “A nossa taxa de geração de empregos formais, segundo o próprio Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, o CAGED, tem apontado para um panorama evolutivo de 7%. Nas últimas semanas, os dados oficiais nos mostraram que numa relação de admitidos e demitidos tivemos um “superávit” de 130 vagas, impulsionados pela indústria de transformação. Creio que pouquíssimos municípios no Brasil estão com essa realidade”, comentou o prefeito.

Além de ter bons argumentos técnicos para a atração de investimentos, com todos os indicadores positivos acumulados neste ano, a gestão municipal não tem se portado de maneira passiva na relação com os empresários. O próprio prefeito viaja constantemente, visitando sedes de grandes empreendimentos do estado e até fora dele, “vendendo” os potenciais de Primavera do Leste. A prefeitura também promove incentivos, desde respaldo em infraestrutura em áreas de instalação, como novos distritos industriais, além de um sistema desburocratizado, para que os investidores sintam-se motivados a fazer parte deste processo de evolução que parece estar só no começo.

“Fazemos a busca ativa de potenciais investidores. Foi assim com a FASIPE, por exemplo, quando fomos em Sinop, conversamos com os diretores do Grupo, dando todo respaldo possível e eles estão chegando na nossa cidade com grande força para reforçar nosso ensino superior (…) Atualmente, temos três grandes empresas construindo suas sedes para se instalarem aqui e outras grandes notícias, como a chegada da Havan. Já temos, todavia, mais 13 processos de novas indústrias muito adiantados e todas elas devem desembarcar em Primavera até o fim de 2020. Só em um novo distrito industrial que nossa administração trabalha, a expectativa é de termos lá 1.500 novos empregos diretos, fora os indiretos. Vivemos sim uma ótima fase econômica, mas sem falsa modéstia temos aproveitado bem o momento para que a cidade, como um todo, seja a maior beneficiada”, finalizou Léo Bortolin.

Veja abaixo vídeo do prefeito acompanhando uma das obras atualmente em curso na cidade, preparando a chegada de nova indústria

 

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Defesa de coronel recorre contra condenação nos grampos

Leia em seguida

Parada da Diversidade reúne mais de 3 mil pessoas em Cuiabá