Notícias de Última Hora :

Dia do fonoaudiólogo: entenda a importância desse profissional no ambiente hospitalar

Profissionalismo e dedicação marcam 20 anos de profissão da fonoaudióloga Samia Ribeiro

Chapa 2 Integração protocola pedido para que profissionais da contabilidade tenham férias fiscais em MT

Adrenalina, desafios e diversão te esperam no Halloween da Escape60, em Cuiabá

Encontro automobilístico “Esperienza” supermáquinas entra para o calendário de eventos em Mato Grosso

Experiência única de recreação e entretenimento: Conheça o Escape60′

Fotógrafo vem a MT para ensaios que levantam autoestima de mulheres

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

segunda-feira, 17 de janeiro de 2022

Mendes entrega planilha e nega paralisação em obra de hospital

Prefeito havia dito ter recebido “bucha de canhão” de antecessor e foi rebatido em evento

O governador Mauro Mendes (DEM) usou seu discurso de 18 minutos, durante inauguração do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), na noite de segunda-feira (18), para entregar uma planilha ao prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) para provar que não deixou a obra do hospital abandonada.

 

A ação de Mendes foi por conta de uma declaração de Emanuel ao , no início de novembro, que disse ter recebido “uma bucha de canhão” de seu antecessor.

À época em que Emanuel assumiu o Alencastro, a obra do HMC estava com 20% de conclusão. “Ele abandonou a obra, largou aqui uma verdadeira bucha de canhão. Essa é a verdade”, disse Emanuel.

Segundo Mendes, desde o início da obra, em julho de 2015, em nenhum momento o projeto foi paralisado.

“Obrigado, prefeito, por ter terminado essa obra. Quero deixar em suas mãos uma planilha, porque esses dias vi o senhor noticiando, e tenho certeza que fez isso porque sua assessoria deve ter lhe informado de maneira equivocada, que a obra ficou paralisada, que a obra estava paralisada”, disse o governador.

“Aqui está em minhas mãos um documento oficial da Prefeitura que mostra que desde julho de 2015, quando a obra teve sua primeira medição, até o mês de maio, na sua 47ª medição, todos os meses, em todos esses anos, tiveram medição e deixaram essa obra sempre em funcionamento”, acrescentou.

Mendes disse acreditar que a assessoria de Emanuel lhe informou de maneira equivocada. As declarações foram dadas já ao final do discurso do governador, que foi encerrado com certa quantidade de vaias de apoiadores do prefeito.

“Tenho certeza que quando o senhor falou isso, foi sua assessoria. Porque tenho absoluta convicção que o senhor jamais falaria uma inverdade dessas. Então, para reposicionar a verdade, quero entregar pessoalmente em suas mãos e lhe agradecer muito por ter terminado essa obra”, disse.

Ainda em seu discurso, o governador citou o planejamento do projeto do HMC, o processo de licitação, enumerou os percalços que encontrou, como as ações judiciais enfrentadas por conta do terreno da obra.

Ele aproveitou, também, para anunciar a retomada das obras do Hospital Central de Cuiabá, que estão paralisadas há mais de 30 anos. E que lançará uma nova licitação para a conclusão do novo Hospital Universitário Júlio Müller, localizado na Rodovia Palmiro Paes de Barros, cuja construção está parada desde 2014.

 

Ler Anterior

Homem mantém em cárcere e ameaça atear fogo nos 4 filhos

Leia em seguida

Emanuel inaugura novo hospital; obra consumiu R$ 190 milhões