Notícias de Última Hora :

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

quarta-feira, 28 de julho de 2021

5 conselheiros do TCE serão julgados pela Corte Especial e podem voltar

José Carlos Novelli, Waldir Julio Teis, Antônio Joaquim Moraes Rodrigues Neto, Valter Albano da Siulva e Sérgio Ricardo de Almeida, foram afastados no dia 14 de setembro de 2017 podem voltar após julgamento do dia 4 de dezembro.

Delatados pelo ex-governador Silval da Cunha Barbosa, que confessou ter pagado R$ 53 milhões em propinas para que os Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE/MT), para que não fiscalizassem o programa de pavimentação MT Integrado.

Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ), formada por 15 ministros mais antigos, julgará no dia 4 de dezembro o destino dos cinco Conselheiros de Contas afastados em 2017 na “Operação Malebolge”, originada da “Operação Ararath”.

Ministério Público Federal (MPF) se manifestou e não formulou denúncia sobre suposto recebimento de propina contra os Conselheiros afastados. Se a decisão da maioria for pela suspensão das cautelares, os Conselheiros retomam as suas cadeiras praticamente de imediato.

O relator no Superior Tribunal de Justiça (STJ) é o ministro Raul Araújo. O julgamento iniciará às 14 horas.

Ler Anterior

Senadora de MT leva “enquadrada”

Leia em seguida

Troca de tiros dentro do IML de Cuiabá termina com um baleado