Notícias de Última Hora :

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

quinta-feira, 26 de novembro de 2020

Jornalista acusado de assédio sexual é preso no aeroporto de VG

Prisão ocorreu na manhã desta segunda-feira (25); Leonardo Heitor foi acusado por colegas

O jornalista Leonardo Heitor, de 38 anos, foi preso na manhã desta segunda-feira (25), após desembarcar no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande.

O mandado de prisão preventiva foi deferido pela 1ª Vara da Violência Doméstica e Familiar da Capital e cumprido pela delegada Nubya Beatriz, da Delegacia Especializada na Defesa da Mulher de Cuiabá.

Leonardo Heitor estava retornando de uma viagem para a Bahia. Ele teria recebido a ordem de prisão ainda dentro da aeronave.

Em outubro desse ano, ele foi acusado por várias mulheres por importunação sexual e perturbação do sossego. Já em Vitória (ES), onde chegou a morar, jornalista foi indiciado por utilizar do mesmo “modus operandi” para importunar ao menos 10 mulheres.

 

De acordo com informações preliminares, Leonardo teria quebrado a ordem de medida protetiva de uma das vítimas e, por isso, o mandado de prisão foi expedido.

 

Ele foi encaminhado para a Delegacia da Mulher e posteriormente vai para o Fórum da Capital, onde passará por audiência de custódia ainda hoje.

Entenda o caso

 

Conforme apurou a reportagem, o jornalista abordava as mulheres pelo aplicativo WhatsApp com número de DDD de outros estados, com nome e fotos de outra pessoa.

 

Durante a conversa, mandava diversas fotos de pênis, além de mensagens de cunho erótico.

 

Segundo as vítimas, ele alegava que conseguia o número pelo “Tinder” (rede social de relacionamento), quando na verdade algumas mulheres alegam nem ter conta no aplicativo.

 

As vítimas alegam que chegaram a bloquear o número do “fake”. No entanto, o jornalista retornava com outro número e voltava a perturbá-las.

 

Nega as acusações

 

Ao MidiaNews, o jornalista contou que, ao tomar conhecimento das denúncias, procurou espontaneamente a delegacia para saber do cunho dos boletins de ocorrência. Segundo ele, consta até uma acusação de estupro.

 

“Eu não quero parecer pedante, nem vítima, até porque sei as ‘merdas’ que fiz. Só de você falar com uma mulher, tendo outra em casa já é socialmente inaceitável. Eu não fiz nem um terço das coisas que estão falando que fiz. Agora é esperar juridicamente. Porque eu já perdi emprego, perdi namorada, casa, tudo”, disse o jornalista.

 

“O meu maior lamento agora é as pessoas julgarem antes de qualquer coisa. Tem muita coisa que está sendo contada que não condiz com a verdade”, completou.

 

Leonardo, no entanto, admitiu que teve conversas de cunho sexual com algumas jornalistas e para outras até enviou fotos íntimas.

 

“Eu já mandei fotos minhas íntimas para mulheres, mas antes eu sempre friso: ‘posso te mandar?’. E só assim mando. Eu não mando nada sem ninguém pedir. Admito que errei ao achar que não estaria sendo inconveniente”.

 

“Se eu mostrar a conversa, as pessoas verão que não são assédio. Tem um outro caso, com uma mulher que me acusa de assédio, que na conversas que tínhamos ela me chama para sair e se convida para ir lá em casa”.

 

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Troca de tiros dentro do IML de Cuiabá termina com um baleado

Leia em seguida

Bombeiros fazem buscas por garota de 13 anos que sumiu em rio