Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

segunda-feira, 26 de outubro de 2020

Prefeitura de Cuiabá entrega reforma de casa de amparo

A capacidade da sede é de 22 mulheres vítimas de violência doméstica, acompanhas ou não de seus filhos

A Prefeitura de Cuiabá entregou a reforma inédita da Nova Casa de Amparo (Vilma Benedita Rodrigues), nesta segunda-feira (02), com a presença de diversas autoridades do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT). A revitalização marca mais uma etapa do novo tempo para as políticas públicas direcionadas à mulher.

Em 2017, a atual administração uniu forças com diversas entidades do Legislativo, Executivo e Judiciário para angariar fundos para a revitalização, após vistoria no local que apresentava problemas estruturais e não passava por obras de relevância desde a sua inauguração, em 2002.

Hoje são 29 espaços, de uma área de 608,46 m², com novas mobílias e estrutura física amplamente reformulada na parte estrutural que passa contar com salas de coordenação, acolhimento, administrativo, psicossocial, brinquedoteca, refeitório, cozinha, dispensa, lavanderia, salão multiuso, refeitório, cozinha, almoxarifado, seis quartos, seis banheiros, horta, parque infantil e academia ao ar livre.

“Nós enxergamos essa casa com muito bons olhos porque precisamos dessa casa e encaminhar mulheres para cá. A casa é necessária, segundo a Lei Maria da Penha, para as mulheres que estão sendo vítimas de violência, estão ameaçadas e saíram de um relacionamento e não tem pra onde ir, juntamente com seu filhos. Então, é de primordial importância para a prevenção da violência e para que ela possa entrar e sair de forma diferente”, frisou a defensora pública, Rosana Leite.

A unidade de acolhimento institucional, que funcionava temporariamente em outro endereço atendeu, até o momento, 63 mulheres, além de 75 crianças num total de 138 auxílios sociais efetuados em 2019. A capacidade da sede é de 22 mulheres vítimas de violência doméstica, acompanhas ou não de seus filhos, menores de 12 anos ou não.

Políticas Públicas

Durante o evento, a primeira-dama Márcia Pinheiro, uma das principais articuladoras da reforma, mencionou as principais atuação para causa feminina e desejou a utilização da casa cada vez menor, assim como os casos de violência contra mulher.

“Gostaríamos que a Casa de Amparo não precisasse existir e que os índices de violência doméstica fossem lembranças triste do nosso passado. Entretanto, se ela precisa existir que seja com toda a estrutura e conforto para nossas mulheres cuiabanas. Porém, nos estamos focados em promover ações que venha de encontro com à violência doméstica, que possamos oferecer condições para nossas mulheres serem mais independentes de seus companheiros”, elencou.

A primeira-dama citou as principais ações voltadas ao empoderamento feminino como as palestras de conscientização de igualdade de gênero realizadas para as crianças da rede municipal de educação e do Programa Siminina.

O Qualifica Cuiabá 300 anos também foi destaque como a principal política pública do município voltado à mulher por ter a presença feminino em mais de 80% e oferecer condições de emprego e renda familiar as mulheres cuiabanas. Uma a cada quatro mulheres vítimas de agressão são dependentes financeiramente de seus companheiros, conforme apresentado pela primeira-dama.

Em todos os depoimentos das autoridades e demais convidados foi destacado a sensibilidade do prefeito Emanuel Pinheiro e da primeira-dama Márcia Pinheiro acerca das ações direcionadas à mulher, neste sentido o chefe do Executivo Municipal destacou a característica de humanização de sua gestão.

“A nossa administração é dedicada para o cuidado das pessoas e a reforma dessa casa representa muito bem isso. As mulheres são encaminhadas para cá com enorme abalo emocional, psicológico e físico, então precisamos oferecer a elas um local bem harmonizado, com conforto para que elas vejam aqui como um lugar de esperança para recomeçar suas vidas  e saírem daqui com outros objetivos e sonhos”, pontuou o prefeito.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Polícia localiza corpo com sinais de violência em uma residência de MT

Leia em seguida

TRF absolve ex-diretor da Polícia denunciado por beneficiar Riva