Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

sábado, 31 de outubro de 2020

Rodas de conversa com mulheres vítimas de violência serão promovidas em Cuiabá

“De mulher pra mulher: Vamos recomeçar?”. Este foi o tema escolhido para as rodas de conversa que serão realizadas pela equipe da Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano, no Centro de Referência de Assistência Especializada da região Norte, localizado no bairro Morada do Ouro. O primeiro encontro acontece nesta sexta-feira (06), a partir das 14h30.

A proposta desses momentos com mulheres vítimas de violência doméstica é proporcionar um espaço de escuta e fala para construção e reconstrução de histórias e novas perspectivas de vida. “Estes momentos são extremamente importantes, não só para as mulheres que são atendidas, mas para aquelas que trabalham com a causa, pois as impulsionam a seguir na luta contra a violência, procurando sempre proporcionar o que for de melhor para a população de nosso município”, disse a coordenadora da Proteção Social Especial, Maggie Carolina Maidana.

Os encontros serão realizados a cada 15 dias, com atividades desenvolvidas em cima das seguintes temáticas: “Sou única”, para trabalhar a autoestima e o autocuidado; “Sou amada”, para trabalhar o amor próprio; “Sou amável”, para trabalhar a construção afetiva; “Sou capaz”, para trabalhar sobre os direitos da mulher após a separação; “Sou corajosa”, sobre mercado de trabalho, cursos e estudos; e por último, “Sou influenciadora”, debatendo sobre a violência transgeracional, legado, educação positiva e gentil.

“Oportunidade de diálogos sobre diversos temas, a fim de abordar os mais variados tipos de agressão à mulher: violência doméstica e familiar, dependência afetiva, o auto monitoramento e as estratégias de enfrentamento, serão algumas das temáticas abordadas durante as rodas de conversa”, informou Maggie.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Saúde coloca em prática o Plano de Ação de combate ao mosquito da dengue

Leia em seguida

Revista Times destaca novo aparelho auditivo entre as 100 melhores invenções do ano