Notícias de Última Hora :

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

quinta-feira, 16 de setembro de 2021

MPE abre investigação contra Silval, Blairo, Riva e Sérgio Ricardo

Investigação visa apurar suposto atos de improbidade administrativa e dano ao erário

O Ministério Público do Estado (MPE) determinou a abertura de um inquérito civil público em desfavor dos ex-governadores Silval Barbosa e Blairo Maggi, do ex-deputado José Riva e do conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Sérgio Ricardo.

A portaria, assinada pelo promotor de Justiça Roberto Turin, é do dia 6 deste mês, e visa apurar suposto atos de improbidade administrativa e dano ao erário.

Conforme Turin, o suposto dano ao erário pode ter ocorrido devido ao pagamento de “mensalinho” em troca de apoio aos projetos de interesse do Executivo e aprovação de contas dos governos Maggi, de 2003 a 2007, e Silval, que governou de 2010 a 2014.

À época, Riva e Sérgio Ricardo  alternavam entre a presidência do Legislativo e a primeira-secretaria.

Os fatos foram revelados pelo ex-governador Silval Barbosa em 2017, quando firmou acordo de colaboração premiada.

“Segundo afirma [Silval], pagou mensalinho durante o período que governou o Estado, bem como afirma que o ex-governador Blairo Borges Maggi também repassou à AL-MT valores por meio de duodécimo inflado, consciente de que os valores em excesso destinavam-se a desvio da verba para pagamento do mensalinho, em cuja negociação teria participado, também, o ex-presidente da AL-MT, José Geraldo Riva”, diz trecho da portaria.

 

Maggi foi chamado para prestar esclarecimento à Turin, mas negou ter conhecimento dos fatos. Segundo o promotor, o ex-governador ainda entregou documentos com balanço geral dos pagamentos realizados pelo Executivo entre os anos de 2002 a 2015 aos Poderes e Órgãos Independentes.

 

“Em uma análise superficial, demostram que, exatamente quando da realização da suposta reunião, o orçamento que já tinha vindo pronto do Governo Dante de Oliveira tivera, em 2003, já no governo Blairo Maggi, uma suplementação menor que a suplementação orçamentária concedida pelo governo anterior”, consta no documento.

 

“Constata-se que houve uma queda em mais de 50% na suplementação orçamentária para a Assembleia Legislativa do Estado, no ano de 2004, primeiro ano do governo Blairo Maggi, ao passo que, para o TCE, MPE e TJ, houveram um aumento”, destacou o promotor.

 

Na portaria, o promotor ainda decretou o sigilo dos autos e determinou que a Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan-MT) encaminhe os balanços gerais dos anos de 2002 e 2003 ao MPE.

Ler Anterior

Fim de semana tem Gusttavo Lima, stand up e estreias no cinema

Leia em seguida

Homem morre após trocar tiros com PMs em fazenda em Cuiabá