Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

terça-feira, 27 de outubro de 2020

MT caminha a “passos largos” para o equilíbrio fiscal, diz Mendes

Em um balanço do primeiro ano, ele lembrou de “medidas necessárias” tomadas desde o início da gestão

O governador de Mato Grosso Mauro Mendes  (DEM) afirmou, nesta segunda-feira (16), que o Executivo tem dado “passos largos” em em direção ao equilíbrio fiscal.

A declaração foi dada durante conversa com a imprensa, em que o democrata fez uma avaliação do seu primeiro ano de gestão.

“Esse ano estamos em dia com os repasses, e estamos pagando esse atraso do passivo deixado por administrações anteriores. Nós estamos a passos largos construindo o equilíbrio fiscal de Mato Grosso, afirmou.

Mendes lembrou que, quando iniciou seu governo, em janeiro deste ano, o Executivo tinha pendência com repasses para os municípios, para Saúde e dívidas com fornecedores.

“Pegamos janeiro com 11 meses de atraso nos repasse obrigatórios para as prefeituras. Em janeiro nós tínhamos 50% das viaturas da Segurança Pública fora de circulação por falta de pagamento. Eram 11 mil fornecedores sem receber. O salário e o 13º pagamento estavam atrasados. Essa era a dura realidade do Estado de Mato Grosso”, disse.

“Ao longo do ano, tomamos uma série de medidas que eu chamo de medidas necessárias, para que nós pudéssemos reencontrar o equilíbrio fiscal entre receita e despesa”, completou o governador.

Mendes se refere à aprovação de um pacote de medidas aprovadas pela Assembleia que visava o corte de gastos e o reequilíbrio fiscal. Entre as medidas estão o novo Fethab, que aumenta a taxação do agronegócio, e a legislação que estabelece parâmetros para a concessão de RGA (Revisão Geral Anual).

 

Além disso, o governo ainda aprovou o projeto que reinstitui os incentivos fiscais de empresas.

 

“Esse ano, ninguém ouviu falar em greve em hospitais regionais por falta de pagamento. O fornecimento de medicamentos melhorou muito, a regularidade… Houve várias intervenções na Saúde. A mais importante foi pagar em dia os municípios”, afirmou.

 

A gestão de Mendes teve início com um déficit orçamentário de R$ 1,7 bilhão e a previsão é de que esse valor seja zerado já em 2020.

 

Projeção 2020

 

O democrata afirmou que para o próximo ano, o objetivo é investir em tecnologia, para simplificar os serviços e desburocratizar o Estado.

 

“Os maiores desafios, além de manter o equilíbrio fiscal como uma das principais metas, é da simplificação do serviço público e da informatização. Para que o Estado seja mais eficiente, com menos recurso humano, entregando um resultado melhor para a população”.

 

“Isso vai valer na Segurança Publica, na fiscalização e em diversas áreas a tecnologia vai fazer parte da nossa principal meta para 2020”, finalizou Mendes.

 

Leia mais sobre o assunto:

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Rotam acaba com festa de facção regada a álcool e drogas

Leia em seguida

Lei permite participação de quem já concorreu em 2018, diz TRE