Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Com cinco anos de atraso COT da UFMT será inaugurado

O Centro Olímpico de Treinamento da Universidade Federal de Mato Grosso (COT da UFMT) que deve ser inaugurado esta semana pelo governo do Estado, com capacidade para 1,5 mil pessoas, pista de atletismo de padrão internacional e campo de futebol é o resultado de um acordo entre governo e a construtora Engeglobal.

Para viabilizar a conclusão do COT, a secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra-MT), no início deste ano, definiu um cronograma de execução da obra atrelado a um cronograma de pagamento do serviço. Uma solução prática para resolver uma pendência que se arrastava nos últimos cinco anos.  O COT da UFMT deveria ter sido entregue para os jogos da Copa do Mundo, em 2014, em Cuiabá. No total, o projeto foi orçado em mais de R$ 17 milhões.

“São negociações que poderiam ter sido feitas cinco anos atrás e não houve interesse por quem estava aqui. Nós assumimos e conseguimos concluir sem fazer alarde, sem cobrar multa, sem divulgar na imprensa. Chamamos a empresa, pedimos um cronograma dela, fizemos o nosso cronograma, mostramos para o secretário de Fazenda, ele aprovou, emitimos a ordem de serviço, a empresa cumpriu a parte dela e nós a nossa parte”, ressaltou o secretário de Infraestrutura Marcelo Oliveira.

Segundo ele, a obra estava paralisada com inúmeros problemas, como ações na justiça, medições realizadas e não pagas e multas aplicadas pelo governo. “Chamamos a empresa e levamos para o Ministério Público e a Procuradoria Geral do Estado (PGE) deixando claro que a nossa intenção não era cobrar multa”, explicou Oliveira.

Segundo o superintendente de Obras Especiais das Sinfra,Edson Brasil, a empresa executou e não recebeu 20 medições do Centro de Treinamento. “A empresa não conseguia dar andamento à obra porque ela não recebia e ainda era multada por isso. Resumo, as obras, de maneira geral, foram sendo paralisadas por falta de pagamento. Acertamos o que estava em atraso e elas apresentaram um cronograma. Com esta trativa foi possível concluir o que estava parado há anos como o COT da UFMT”, completou o superintendente.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Estação Bispo Dom José na Prainha será entregue por Pinheiro nesta terça

Leia em seguida

Novo presidente quer TCE orientativo e uso de inteligência artificial em MT