Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

domingo, 25 de outubro de 2020

Comissão segue parecer de Janaina e reprova contas de Taques

Deputada estadual apontou que balancete de tucano tem “irregularidades recorrentes”

A deputada estadual Janaina Riva (MDB) pediu a reprovação das contas do ex-governador Pedro Taques (PSDB), referentes ao exercício de 2018. Segundo ela, a gestão anterior apresentou “irregularidades recorrentes”.

O parecer sobre o documento foi apresentado na manhã desta quarta-feira (18), na Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária. Os membros da Comissão aprovaram o parecer da deputada por dois votos a um. Agora, a peça segue para análise dos 24 parlamentares.

Em seu parecer, Janaina afirmou que o tucano, por diversas vezes, sequer seguiu as recomendações do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT) e da própria Assembleia, que aprovaram suas contas em anos anteriores.

A deputada do MDB, que fez oposição na gestão de Taques, disse ter encontrado irregularidades nos planejamentos orçamentários, na gestão fiscal, entre outros. Somente na Previdência, foram mais de sete apontamentos. Ao todo, foram 21 apontamentos com faltas graves e gravíssimas.

“Verificaram-se inúmeras reincidências, além de diversas irregularidades de natureza grave e gravíssima, as quais foram recorrentes ao longo de quatro anos do mandato anterior. Aliado ao perceptível agravamento dos indicadores fiscais do Estado, averiguado ao longo de 2015 a 2018, resultando em implicações prejudiciais para as finanças públicas estaduais”, disse ela.

Janaina ainda criticou o fato de o TCE ter apontado as irregularidades e mesmo assim ter votado pela aprovação das contas. Segundo ela, os conselheiros se utilizaram de argumentos questionáveis para pedir a aprovação.

Ela lembrou que nenhuma conta municipal foi aprovada com um estouro tão grande dos limites estabelecidos na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

“O TCE deveria ter feito uma análise mais técnica, pois a análise política a gente faz na Assembleia. Fizemos um relatório bastante técnico e pedimos que as discussões políticas sejam feitas em plenário”, disse a deputada.

Pedido a Mendes

Por fim, Janaina disse ter conversado com o governador Mauro Mendes (DEM) e pedido que ele não cometa os mesmo erros que Pedro Taques.

“Conversei com o Mauro Mendes e pedi que ele não cometa os mesmos erros da gestão anterior. E que se não conseguir cumprir, que esteja no caminho para cumprir. E fica aqui uma nova marca da Assembleia. Nós vamos exigir dos gestores o bem tratar do bem público, para que Mato Grosso não deixe uma herança maldita para novas gerações”, completou.

Como cada um votou

 

Participaram da votação, além de Janaina, os deputados Romoaldo Junior (MDB), Valmir Moretto (PRB) e Ederson Dal Molin, o Xuxu (PSC).

 

Romoaldo acompanhou Janaina, pedindo a reprovação das contas de Taques.

 

Já Moretto votou contrário ao parecer da deputada do MDB e pediu a aprovação.

 

Por fim, Xuxu se absteve. “Eu discuto o equilíbrio e a constitucionalidade. E aí e a gente percebe o desastre que está a gestão pública brasileira e estadual. Não podemos esquecer que o TCE e esta Casa aprovaram as contas de Silval. Aqui, não podemos encobrir uma vírgula”, disse ele.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Deputado pede vista e adia decisão sobre contas de Taques

Leia em seguida

TJ autoriza que Arcanjo passe festas de fim de ano em fazenda