Notícias de Última Hora :

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

sexta-feira, 22 de janeiro de 2021

Grampos tem desfecho na Justiça Militar; só Zaqueu é condenado

Com a sentença contra os militares, resta uma definição contra os membros do Executivo Estadual

Denunciado em 2017, o esquema conhecido como “Grampolândia Pantaneira” ganhou, neste ano, um desfecho na Justiça Militar com o julgamento de cinco militares acusados de operarem o esquema na  gestão do ex-governador Pedro Taques (PSDB).

O julgamento ocorreu nos dias 6 e 7 de novembro e terminou com a condenação do ex-comandante da PM, coronel Zaqueu Barbosa, a oito anos de prisão, em regime semiaberto.

Já os coronéis Evandro Lesco e Ronelson Barros e o tenente-coronel Januário Batista foram absolvidos, por insuficiência de provas.

O cabo Gerson Corrêa Junior, por sua vez, que admitiu participação no esquema e deu detalhes sobre o funcionamento da “Grampolândia” ganhou perdão judicial.

Com a sentença contra os militares, resta uma definição contra os membros do Executivo Estadual.

São investigados o ex-governador Pedro Taques, o ex-secretário chefe da Casa Civil Paulo Taques, o ex-secretário de Segurança, Rogers Jarbas e ex-secretário de Justiça e Direitos Humanos, Airton Siqueira.

A denúncia sobre a rede de grampos foi feita no início de 2017 ao Ministério Público Federal (MPF), pelo promotor Mauro Zaque, ex-secretário de Estado de Segurança Pública.

 

Zaque disse que recebeu uma denúncia anônima, com documentos, que evidenciavam a prática ilegal.

 

Segundo ele, a denúncia foi levada ao conhecimento do governador Pedro Taques em setembro de 2015.

 

O esquema funcionou por meio da chamada “barriga de aluguel”, quando números de telefones de cidadãos comuns, sem conexão com uma investigação, são inseridos em um pedido de quebra de sigilo telefônico à Justiça

No caso da denúncia, foi usado um inquérito que investigava uma quadrilha de traficantes de cocaína.

 

Ao pedir a quebra dos sigilos dos telefones dos supostos membros da quadrilha, foram inseridos, ilegalmente, na lista encaminhada à Justiça, os telefones que interessariam ao grupo monitorar.

 

Entre os grampeados, estavam a deputada Janaina Riva; o advogado José do Patrocínio; o desembargador aposentado José Ferreira Leite; os médicos Sergio Dezanetti, Luciano Florisbelo da Silva, Paullineli Fraga Martins, Helio Ferreira de Lima Junior e Hugo Miguel Viegas Coelho.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Seguro DPVAT será até 85,4% menor no próximo ano

Leia em seguida

Polícia Civil fecha ano com 1.110 inquéritos concluídos