Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Exposição desnecessária!

Em nosso país, infelizmente a banalização e exacerbação negativa, dos valores: éticos, morais e familiares vem se tornando uma constante, principalmente pela valorização e propagação, de músicas que fazem apologia clara e notória ao Uso de drogas, como se isso fosse algo normal.

Programas populistas de grande audiência, como é o caso do Programa Encontro, apresentado por Fátima Bernardes, tendo bom índice de audiência, pelo horário da apresentação do mesmo.

Agora, quando a mesma traz em seu programa televisivo, que vai ao ar às 11h da manhã  em horário nobre, e  adentra, aos lares de milhões de brasileiros; momento em que, crianças e adolescentes estão assistindo o mesmo.

Independentemente disso, esse tipo de apresentação, não poderia ser exibido em horário algum, pela exposição negativa, como a presença da cantora  funkeira Ludmila.

Que foi ao programa, lançar essa  pérola, não sei como os outros compositores irão se sentir ao chamar isso de música. A mesma, intitulada “Verdinha”, a letra dessa música, é de autoria da própria cantora carioca, que diz “estou ansiosa por esse momento, o lançamento dessa música”. Não satisfeita, apenas com  o lançamento da mesma,  para  piorar a situação, foi apresentado um clipe, verdadeiramente assustador; no qual ela aparece fumando um cigarro de maconha, andando no meio de uma vasta plantação de maconha, como  se isso fosse, a coisa mais natural do mundo, principalmente pela presença de crianças e adolescentes, assistindo a essa aberração.

Sei que alguns, ainda irão me criticar; quero deixar bem claro, não tenho nada contra as vítimas das drogas, pessoas que sem querer entraram nessa vida.

Porém, estou em defesa das famílias e de seus princípios, principalmente, pela exposição desnecessária e vergonhosa da apresentação dessa música ridícula, em  horário inoportuno.

O que é pior; quando uma apresentadora, altamente competente,  assistida por milhões de pessoas, aplaude a cantora Ludmila ao apresentar essa “música”, no termino desse clipe no mínimo vergonhoso. Obviamente, isso irá influenciar de forma negativa, às cabeças das crianças e adolescentes, que assistiram a esse programa.

Pare o mundo, quero descer!

Professor Licio Antonio Malheiros é geógrafo  

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Emanuel descobre boicote e manda afastar 12 servidores do HMC

Leia em seguida

Emanuel diz que vai processar servidora e Abílio por farsa