Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

segunda-feira, 19 de outubro de 2020

Servidora revela que vereador a orientou mentir em depoimento à Defaz

Elizabete Almeida disse que Abílio pediu para manter versão de ter presenciado suposto pagamento de propina a outros vereadores

A servidora Elizabete Maria de Almeida, lotada no Hospital São Benedito, declarou à Delegacia de Combate a Corrupção (Deccor) que o vereador Abílio Junior (PSC) sabia que ela não esteve na casa do vereador Juca do Guaraná (Avante) na reunião em que, inicialmente, acusou o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) de comprar o apoio de parlamentares para a cassação do mandato do opositor. Elizabete ainda informou que foi orientada por “Abilinho” a manter a versão de que esteve na reunião em depoimento à Delegacia Fazendária (Defaz).

O encontro de Elizabete e Abílio ocorreu no Hotel Delmond, em Cuiabá, no dia 26 de novembro de 2019, horas após ela prestar depoimento na Comissão de Ética da Câmara. Na ocasião, Elizabete havia acabado de denuncia sobre a suposta compra de votos para cassar Abílio.

Na reunião no hotel, que durou cerca de 2 horas, estavam, além dos dois, outros três advogados. Nesse encontro, a servidora do Hospital São Benedito disse que não esteve na suposta festa.

Elizabete informou que quem esteve no encontro foi sua chefe no hospital, Cláudia Almeida Costa. Para surpresa dela, o vereador pediu que ela mantivesse a versão de que esteve no jantar na presença do prefeito e outros vereadores.

“O vereador Abílio só ficou sabendo que quem teria ido a festa era a senhora Claudia no hotel na reunião citada e que neste momento orientou a depoente a manter a versão dada na Comissão”, diz trecho de documento.

A servidora contou na Deccor que assumiu ter ido ao evento para proteger sua chefe, que estava temendo ser demitida. Ela ainda negou ter recebido oferta de dinheiro para prejudicar o prefeito ou os vereadores da base de Emanuel.

Porém, o vereador pagou a hospedagem dela no hotel e no dia seguinte ambos seguiram para a Delegacia Fazendária para registrar boletim de ocorrência.

O novo depoimento de Elizabete ocorreu na última terça-feira (7). Nele, ela apontou uma suposta armação para prejudicar o prefeito. Ela ainda entregou seu celular para mostrar as conversas com o vereador.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

VG abre 5,5 mil vagas nas escolas

Leia em seguida

Mulheres são presas com 280 kg de maconha em caminhonete