Notícias de Última Hora :

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

segunda-feira, 18 de janeiro de 2021

Funcionários dos Correios de VG entram em greve contra assédio

Sindicato diz que aendentes estariam sendo coagidos pelo gerente da única agência da cidade

Os funcionários da agência dos Correios de Várzea Grande entraram em greve na manhã desta quarta-feira (15) pedindo melhores condições de trabalho.

Sem a única agência na cidade funcionando, todas as postagens feitas em Várzea Grande serão afetadas.

Segundo o diretor jurídico do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios de Mato Grosso (Sintect), Alexandre Aragão, os sete atendentes estariam sofrendo assédio moral por parte do gerente.

“A fim de aumentar a produtividade e não perder a mamata, o gerente da unidade vem cometendo assédio moral, tentando impedir os trabalhadores até mesmo de falar. Outro agravante é que faz constantes ameaças”, relatou em nota.

Aragão ainda revelou que os supostos abusos têm se intensificado desde quando as investigações do sindicato começaram, em novembro de 2019.

“Para piorar de vez a situação, nessa quarta-feira [o gerente] impediu três trabalhadores de exercerem suas funções, prejudicando toda população de Várzea Grande que busca os serviços dos Correios”, contou.

O sindicalista disse também que o serviço oferecido pela agência vem piorando por conta de uma tentativa de sucateamento para que os Correios sejam privatizados.

“É preciso esclarecer que não é culpa dos atendentes, que se empenham para prestar o melhor serviço para a sociedade. Ocorre que a empresa está sendo sucateada propositalmente para justificar a privatização. Com isso diminui a quantidade de atendentes no balcão e as filas só aumentam”, explicou.

Aragão informou que a empresa já foi notificada e também foi feito um pedido de negociação, mas até o momento o movimento grevista não obteve resposta.vv

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Após mais de uma década, Governo retoma transplante de rins em MT

Leia em seguida

França descarta convite para suplência de Senado, foco é prefeitura de Cuiabá