Notícias de Última Hora :

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

quarta-feira, 2 de dezembro de 2020

Obra garantirá conforto no Fórum de Cuiabá

O primeiro mês de 2020 começa com novidade no Fórum de Cuiabá. O edifico Desembargador José Vidal, inaugurado em 2005, vai receber novo visual com as obras da reforma, que devem ser concluídas em oito meses. A melhoria vai garantir um ambiente com mais qualidade para o público interno (servidores, magistrados, terceirizados, estagiários e fornecedores) e para os jurisdicionados, operadores do Direito, promotores de Justiça e defensores públicos. Diariamente, cerca de 3.500 pessoas circulam na maior unidade judiciária do Estado.

Além da revitalização da fachada, a reforma vai possibilitar a climatização central do prédio, regularização do sistema de proteção contra descarga atmosférica – para-raios (SPDA) e, entre outras intervenções, a adequação às normas de acessibilidade, como nivelamento de piso e construção de rampas. De acordo com o coordenador de Infraestrutura do Tribunal de Justiça, Roberto Ciryaco da Silva, a obra vai fazer a diferença, especialmente, para quem trabalha e para quem frequenta a unidade constantemente.

De acordo com o presidente do TJMT, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, a climatização do Fórum é uma necessidade considerada primária e há muito tempo vem sendo solicitada pela comunidade jurídica. Segundo ele, com o passar dos anos e o aumento da população que frequenta o local, percebeu-se a necessidade de tornar o espaço com temperatura mais amena para proporcionar mais conforto, especialmente, para quem aguarda pelos serviços do Judiciário.

Atualmente, apenas as salas são refrigeradas e quem aguardam nos corredores por audiência, ou por outro atendimento, enfrenta temperatura ambiente alta, que às vezes atinge 40 graus. Quando foi planejado, o conceito da obra era tornar o prédio o mais sustentável possível e, por isso, não foi totalmente refrigerado.

Por conta da reforma, a equipe de engenharia e infraestrutura do Judiciário precisou reduzir o número de vagas no estacionamento externo central, que é destinado a visitantes. Com isso, durante o período da obra, mesmo com a diminuição de vagas, idosos, gestantes e pessoas portadoras de deficiências (PcD) têm espaços reservados.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

PMs de MT recebem R$ 130 de vale-alimentação

Leia em seguida

MDB encomenda pesquisa e deve se manter ao lado de Mendes em eleições ao Senado