Notícias de Última Hora :

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

domingo, 29 de novembro de 2020

PMs de MT recebem R$ 130 de vale-alimentação

O governo estadual alterou um decreto de 2016 possibilitando que os policiais militares que atuam em unidades de ensino também passem a receber R$ 190 mensalmente para custear a alimentação. A publicação consta no Diário Oficial que circula nesta quinta-feira (16).

O valor não é pago diretamente aos policiais e sim às unidades de segurança. O mesmo valor será pago aos militares considerados aquartelados como, por exemplo, os militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope), que terão R$ 190 mensalmente para se alimentar.

Os demais policiais militares vão continuar recebendo R$ 130 mensalmente para custear a alimentação. Conforme o presidente da Associação de Cabos e Soldados de Mato Grosso (ACS-MT), Adão Martins, o mesmo valor é pago desde a criação do decreto, em 2016.

Na publicação desta quinta-feira, foi acrescentado um artigo que diz que cabe ao secretário estadual de Segurança Pública definir por meio de portaria quais são as unidades da Sesp e das instituições militares que são considerados militar aquartelado.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Mais de 500 lideranças indígenas participam de encontro no Xingu

Leia em seguida

Obra garantirá conforto no Fórum de Cuiabá