Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

domingo, 25 de outubro de 2020

Noite sem dormir aumenta proteína que desenvolve Alzheimer

Tirar apenas uma noite sem dormir pode ser suficiente para ter uma alta na quantidade da proteína tau, relacionada ao desenvolvimento do Alzheimer, de acordo com novo estudo feito na Uppsala University, na Suécia. Os especialistas analisaram 15 homens com cerca de 22 anos que dormiam entre sete e nove horas por noite.

Os participantes foram observados em uma clínica do sono por dois dias. Amostras de sangue foram coletadas de manhã e à noite. Metade dos homens pôde dormir as duas noites e a outra permaneceu acordada jogando videogame, conversando ou assistindo a filmes.

Analisando as amostras de sangue, os pesquisadores detectaram que os homens que não dormiram tiveram um aumento de 17% nos níveis da proteína tau depois de apenas uma noite, enquanto aqueles que descansaram tiveram um aumento de 2%.

“Nosso estudo exploratório mostra que, até em indivíduos jovens e saudáveis, perder uma noite de sono aumenta os níveis de tau no sangue. Isso sugere que, com o passar do tempo, essa privação de sono pode ter efeitos degenerativos”, diz Jonathan Cedernaes, autor do estudo, ao Daily Mail.

O pesquisador afirma que outros estudos são necessários para investigar quanto tempo com os níveis de tau elevados pode levar ao Alzheimer ou à demência.

A médica Sara Imarisio, chefe do grupo de pesquisa de Alzheimer do Reino Unido diz que o resultado é interessante para começar a entender a relação do sono com a doença, mas que o estudo é pequeno e só abrange homens. “Além disso, os cientistas só compararam os níveis de tau depois de uma noite não dormida e não fica claro se essas mudanças bruscas e curtas são relevantes para o risco de alguém desenvolver Alzheimer”, pondera.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Governador de MT conhece projetos das cinco áreas de negócio do Consórcio Brasil Central

Leia em seguida

Sesp realiza leilão de 92 bens apreendidos em ações de combate ao tráfico de drogas