Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Servidor acusado de desvio milionário na ALMT tem ação arquivada

Cristiano Guerino respondia por supostamente participar do esquema liderado José Riva

O servidor da Assembleia Legislativa de Mato Grosos (ALMT), Cristiano Guerino Volpato, teve a ação que o acusa de participar de um suposto esquema de desvio milionário na Casa de Leis, arquivado. A decisão foi do juiz Bruno D’Oliveira Marques, da Vara de Ação Civil Pública e Ação Popular.

O processo foi publicado no Diário da Justiça Eletrônico (DJE).

De acordo com os autos, a ação está vinculada a um processo que investigação do esquema de fraudes em empréstimo, que foi supostamente comandado pelo ex-deputado estadual, José Riva.

A decisão se trata de uma“exceção de suspeição” – que significa que o réu questiona a parcialidade do juiz e tenta afastá-lo do caso -, onde o pedido foi movido contra a juíza Célia Regina Vidotti e que a julgou improcedente.

Posteriormente, o processo foi convertido para o cumprimento de sentença determinando que Cristiano Volpato devolvesse aos cofres públicos R$ 70.174,96. O valor foi atualizado e ficou em R$ 133.592,14 mil.

Em decisão publicada no Diário da Justiça Eletrônico (DJE), Marques apontou que foi requerido mais de uma vez a penhora judicial do valor, porém, “a busca não foi exitosa”.

Diante disso, o magistrado mandou arquivar os autos. “Considerando que após o período de 01 (um) ano de suspensão da execução não foram localizados bens do executado hábeis a assegurar o pagamento do débito exequendo, DETERMINO, desde já, o arquivamento dos autos” diz trecho do documento.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Líder em aprovações, Colégio Salesiano São Gonçalo abre inscrições para o preparatório do ENEM

Leia em seguida

Mulher de 60 anos é vítima de tentativa de roubo e estupro em MT