Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

domingo, 25 de outubro de 2020

Travestis filmam “avô índio” estuprando neta na rua em MT

Um índio foi preso na noite de segunda-feira (27) suspeito de estuprar a neta de 2 anos na rua e ser filmado por travestis em Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Civil, o crime ocorreu perto de um ponto de prostituição da cidade onde o indígena foi flagrado pelas travestis.

O índio, de 53 anos, ficou em silêncio ao ser interrogado na delegacia da cidade. Ele foi encaminhado para a cadeia de Primavera do Leste. A Fundação Nacional do Índio (Funai) foi comunicada sobre a situação e a prisão do suspeito.

Ele passou por audiência de custódia na terça-feira (28). O juiz Alexandre Delicato Pampado, da Vara Criminal da Comarca de Primavera do Leste, manteve a prisão do indígena.

A prisão em flagrante foi convertida em prisão preventiva e o homem deverá ser transferido da comarca por medida de segurança. De acordo com informações da audiência de custódia, há materialidade delitiva e indícios suficientes de autoria dos crimes, incluindo vídeo registrado por testemunhas que mostram o indígena com a calça abaixada, assim como a da vítima, em local público, supostamente praticando o crime de estupro de vulnerável.

Ao analisar o caso, o magistrado viu a necessidade de assegurar a segurança da instrução criminal, visto que o autuado é avô da vítima e naturalmente manterá contato com a mesma e seus familiares, podendo influenciar seus futuros depoimentos. O magistrado também solicitou à Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp) a remoção imediata do suspeito da comarca, uma vez que há suposta tentativa de resgate do autuado por demais indígenas.

O juiz Alexandre Pampado alerta aos autores dos vídeos que não compartilhem as imagens, uma vez que produzir, reproduzir, dirigir, fotografar, filmar ou registrar, por qualquer meio, cena de sexo explícito ou pornográfica, envolvendo criança ou adolescente, é crime apenado com reclusão de 4 anos e multa.

O indígena foi transferido para a Penitenciária Major Zuzi Alves da Silva, em Água Boa, a 736 km de Cuiabá

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Milho encerra quinta-feira desvalorizado em Chicago

Leia em seguida

Cuiabá entrega reforma de mini estádio em bairro carente