Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

segunda-feira, 19 de outubro de 2020

Com ideais de direita, Pivetta concorre ao Senado representando centro-esquerda

PDT é alinhado as ideologias trabalhista e socialista democrática

A pesar dos comentários de que o vice-governador de Mato Grosso, Otaviano Pivetta, abandonaria o Partido Democrático Trabalhista (PDT) pelo Podemos, assim que fosse eleito senador, a sigla não desanimou em apoiar o seu nome para eleição suplementar ao Senado Federal.

Inclusive, o presidente da sigla em Mato Grosso, o deputado estadual licenciado Allan Kardec, atual secretário Estadual de Cultura, Esporte e Lazer, saiu em defesa de Pivetta e afirmou ao emanuelzinho que ele não fez qualquer pronunciamento nesse sentido.

“Não tem declaração dele nesse sentido não. Foi feito o convite para ele sair do partido quando o Zeca saiu do PDT, tanto para o Pivetta, como para o Adriano Pivetta, que é o irmão dele. Os dois poderiam ter saído naquele momento, pois não tinham nenhum compromisso com a fidelidade partidária, mas ambos decidiram ficar conosco no PDT”, afirmou Kardec.

Contudo, Pivetta não é unanimidade no partido e terá que enfrentar o presidente da Aprosoja, Antonio Galvan, para conseguir representar a sigla na eleição suplementar ao Senado. Para resolver o impasse, a legenda fará uma pesquisa para decidir o candidato do partido.

Entretanto, o PDT também terá outros desafios pela frente, caso Pivetta vença a eleição para o Senado, terão que lembra-lo dos ideais da legenda. O vice-governador já anunciou que seguirá os mesmos passos da senadora cassada Selma Arruda (Pode), que integrou a base do governo Bolsonaro.

Inclusive, Pivetta já demonstrava “apresso” por Bolsonaro desde 2018, quando o apoiou nas eleições, contrariando o seu partido. Na época, a situação gerou um conflito na sigla, mas segundo Kardec tudo foi resolvido quando o presidente nacional do PDT, Carlos Roberto Lupi, veio até Cuiabá.

“Gerou desconforto durante a campanha. Nós abraços a campanha do Ciro Gomes, fizemos a campanha do Ciro aqui, tanto ele, quanto o Zeca [ex-deputado Zeca Viana], fizeram algumas declarações, mas com a vinda do Lupi aqui ficou esclarecida. A candidatura do Otaviano não é uma candidatura do Bolsonaro, ao contrário, é uma candidatura independente, de qualquer situação do governo federal. A candidatura é do PDT e de Mato Grosso. Estamos bem tranquilos com relação a isso”, afirmou Kardec.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Deputado afirma que setor de combustíveis sonega R$600 milhões por ano

Leia em seguida

STF alerta que MT teria “vazio de poder” no Senado; Fávaro deve assumir este mês