Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

terça-feira, 20 de outubro de 2020

Bandeira de energia será verde em fevereiro

A energia elétrica chega ao consumidor em fevereiro de 2020 sem custos adicionais, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Isso porque a bandeira tarifária que vai operar este mês é a verde. Mesmo assim, a dica do Procon-MT é ficar atento ao consumo de energia e à leitura da fatura.

O alívio na cobrança vem depois de sete meses seguidos de cobrança de bandeiras amarela ou vermelha na conta de energia. De acordo com a Aneel, a atual situação climática contribuiu para suspensão da cobrança, uma vez que os reservatórios hidrológicos estão em condições favoráveis para a produção de energia pelas usinas hidrelétricas.

Seguindo a tabela de tarifas da Aneel, a bandeira passa a ser amarela em circunstâncias climáticas pouco favoráveis, quando aumenta a demanda por energia termoelétrica, resultando na cobrança de R$ 1,34 por 100 kWh (sem impostos). Em condições ainda mais desfavoráveis a bandeira fica vermelha, podendo ser “patamar 1”, com cobrança de R$ 4,16 por 100 kWh, ou “patamar 2”, com o valor de R$ 6,24 por 100 kWh.

Mesmo com a bandeira verde em vigor, é preciso consumir de forma consciente o recurso, evitando desperdício e sustos com a conta. O consumidor também deve ficar atento à fatura, observando as cobranças lançadas e a regularidade da leitura.

Em casos de possíveis abusos na cobrança, basta procurar a unidade do Procon mais próxima (confira aqui a lista) ou registrar sua reclamação no www.consumidor.gov.br.

Confira dicas de redução no consumo de energia 

– Se utilizar chuveiro elétrico, optar por banhos mais curtos, de até cinco minutos;

– Diminuir o tempo de utilização de ar condicionado e ventiladores;

– Só deixar a porta da geladeira aberta o tempo que for necessário;

– Nunca colocar alimentos quentes na geladeira e verificar regularmente as borrachas de isolamento do equipamento;

– Apagar a luz ao sair de um cômodo;

– Não deixar ferro de passar ligado enquanto faz outra coisa e passar o máximo de roupas de uma vez só;

– Manter os aparelhos eletrônicos fora da tomada sempre que possível.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Projeto de Carlos Bezerra obriga divulgação de dados sobre transportes coletivos

Leia em seguida

Homem ameaça se jogar de passarela e é acolhido por PM,s e bombeiros