Notícias de Última Hora :

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

terça-feira, 24 de novembro de 2020

Rebanho de MT em Risco

O anúncio do fechamento de uma das principais indústrias de fertilizantes nitrogenados da Petrobras, no Paraná (Fafen/Ansa), responsável pela produção da maior parte da ureia pecuária consumida do país, coloca em risco a qualidade da produção de carne em Mato Grosso, que tem o maior rebanho bovino do Brasil. O alerta foi feito nesta semana pelo senador Wellington Fagundes (PL-MT) a várias autoridades em Brasília.

Médico veterinário e membro da Academia Brasileira de Medicina Veterinária, Fagundes alertou aos ministros Bento Albuquerque, de Minas e Energia; e Tereza Cristina Corrêa, de Agricultura, que a paralisação da produção poderá fazer com que os criadores passem a utilizar ureia agrícola para suplementação alimentar dos rebanhos. “Isso seria de extremo risco, visto que o segundo produto é altamente tóxico para o gado e para a população que o consome” – ele frisou.

O alerta do senador do PL de Mato Grosso também foi feita em plenário na noite de terça-feira, 4, acompanhado de críticas à posição da estatal petrolífera. “É lamentável que no momento em que a Petrobras anuncia tantas parcerias, inclusive novos investimentos em óleo e gás, esteja virando as costas para parceiros antigos, como a nossa indústria de suplementos” – disse.

De acordo com a decisão da empresa, a indústria, localizada em Araucária (PR), será colocada em “hibernação” por considerá-la deficitária – muitas vezes o valor de venda do produto sequer supera o prejuízo da matéria-prima. Mas, mesmo concordando com o fechamento da produtora, o senador Wellington advertiu que o desabastecimento repentino provocado pela decisão da Petrobras irá impossibilitar o mercado produtor interno – em especial no Estado de Mato Grosso – de tomar providências.

“Isso poderá acarretar três problemas: o primeiro é que o produtor não consegue importar imediatamente os produtos de outras fontes; o segundo é que ele passará a utilizar ureia agrícola, que é tóxica para o gado e para o consumidor; e o terceiro é que o país poderá ser rigorosamente discriminado pelo mercado externo, como aconteceu nos episódios da Vaca Louca e da Carne Fraca”, alertou o parlamentar.

Junto ao presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Suplementos Minerais (ASBRAM), Daniel Guidolin, Fagundes pediu aos ministros Bento e Teresa Cristina um maior prazo – de pelo menos um ano antes do fechamento – para que o mercado interno se estabeleça.

Além disso, ele reivindicou também a paridade entre o que é cobrado de PIS/COFINS da ureia pecuária, e da agrícola, que é completamente isenta deste imposto. “A relação entre a Petrobras e esses fornecedores e clientes é muito antiga, tendo sido a estatal sempre um exemplo de fornecedor confiável. Portanto, não se mostra saudável que uma decisão de tamanha envergadura e com consequências tão negativas seja tomada de forma unilateral e sem prévio aviso aos seus clientes e fornecedores”, afirmou, em nota, a ASBRAM.

Wellington Fagundes completou afirmando que a liberação de novos exportadores de ureia pecuária evitará, de imediato, que o consumidor final pague mais caro por um produto em decorrência da falta de competitividade do mercado. “Existem mais de 10 empresas que atuam no país, no segmento agrícola, o que torna esse mercado muito mais competitivo e justo” – salientou.

Os ministros Bento e Tereza Cristina já se comprometeram em dialogar entre si e com a Petrobras para solucionar o caso. Ambos concordaram com a necessidade de que a estatal forneça um tempo hábil, antes do fechamento, para dinamizar a produção de outras formas. Cristina ressaltou ainda a necessidade do diálogo com o Ministério da Economia sobre a questão do PIS/COFINS, e Wellington já adiantou que iniciará, brevemente, as tratativas com Paulo Guedes.

Entenda o caso – No Brasil, existem três tipos de ureia comercializada: a agrícola, a pecuária e a protegida. As três possuem a mesma fórmula (reação entre amônia e gás carbônico), mas o Ministério da Agricultura exige que elas se apresentem de formas diferentes. Deste modo, a agrícola recebe uma quantidade significativa de outros produtos – alguns deles tóxicos, como o Formaldeído – para seu devido emprego. Já a pecuária é praticamente pura.

A Petrobras havia prometido ao setor o fechamento das unidades de Sergipe, Bahia e Paraná. As duas primeiras já foram desativadas, e a expectativa é que tenham novo proprietário no próximo ano. Por isso, o pleito do Senador tem a ver com o tempo cedido antes da completa desativação da fábrica.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Menor de 16 anos tenta matar irmão de 13 a facadas em Paranatinga

Leia em seguida

Filho tenta matar mãe idosa com tesouradas em Cuiabá