Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

quinta-feira, 22 de outubro de 2020

6 detentos são aprovados para UFMT; juiz vê ressocialização: eles querem melhorar

Número de presos que vão ter direito ao ensino superior ainda pode subir após novas chamadas do Sisu

Ainda na primeira fase do Sisu, dados do Núcleo de Educação nas Prisões da secretaria estadual de Segurança Pública (Sesp), apontaram que, de 1.165 mil inscrições no Enem, 365 reeducandos concorriam a uma vaga. Após o resultado, divulgado em 28 de janeiro, seis deles, que cumprem pena em regime fechado na penitenciária Osvaldo Florentino Leite Ferreira, o Ferrugem, em Sinop (a 503 km de Cuiabá), foram aprovados em cursos da UFMT

A pasta informou que, por ora, outras unidades prisionais ainda não informaram à secretaria-adjunta de Administração Penitenciária sobre novas aprovações e matrículas. O levantamento deve ser concluído nos próximos meses, após a segunda e terceira chamada do Sisu, quando, conforme a Sesp, geralmente ocorre um maior número de aprovações.

Apenas no Ferrugem, os reeducandos foram aprovados para cursar Enfermagem, Engenharia Agrícola e Ambiental e Agronomia. Conforme a Sesp, após análise, que leva em consideração se o detento cumpriu, pelo menos, 1/6 da sentença e avaliações psicológicas, o juiz determina a liberação para que ele frequente a faculdade.

As provas foram realizadas dentro das unidades prisionais, com organização da Fundação Cesgranrio, empresa contratada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) para a aplicação.

Direito à ressocialização 

O resultado do Sisu trouxe à tona o debate sobre ressocialização de reeducandos que buscam formas cursar o ensino superior, mesmo que ainda não tenham cumprido toda a sentença, pois Suzane von Richthofen, condenada a 39 anos de prisão por envolvimento no assassinato dos pais, em 2003, foi aprovada novamente no vestibular, desta vez para o curso de Turismo no Insituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP).

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Governo adquire 3,5 mil pistolas para policiais poderem levar armas para casa

Leia em seguida

Cuiabá inicia Campanha Nacional de Vacinação contra Sarampo na segunda, 10