Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

segunda-feira, 19 de outubro de 2020

Aulas nas escolas da rede estadual começam na segunda-feira,10

Alunos de 427 escolas da rede estadual de ensino que não entraram em greve no ano passado ou encerraram as aulas em dezembro, iniciam o ano letivo nesta segunda-feira (10). O processo de atribuição de aulas para o primeiro calendário termina nesta sexta-feira (7) com aulas nas Assessorias Pedagógicas atribuindo a carga horária restantes dessas escolas.

Para a secretária Marioneide Kliemashewsk, a acolhida das unidades escolares para os alunos será a melhor possível. “Temos uma grande expectativa, um ano letivo de muito trabalho e otimismo e, acima de tudo, com muita vontade de fazer a diferença na educação no Estado de Mato Grosso”, assinala.

A secretária afirma que, no ano passado, pode constatar um pouco do fruto de trabalho das unidades escolares que, mesmo diante da adversidade, a rede estadual de ensino teve mais de 240 jovens aprovados em instituições de ensino superior, sendo a maioria na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat).

“Tivemos 26 jovens aprovados nos cursos de Engenharia, seis em Direito e dois em Medicina. São áreas de trabalho muito competitiva. E nossos alunos assim como professores, demonstraram todo o seu esforço ao conquistar as vagas. Neste ano, vamos superar esses números”, comemora.

No primeiro calendário, haverá recesso entre os dias 17 e 31 de julho. O término do ano letivo está previsto para o dia 18 de dezembro.

Segundo Calendário

O segundo calendário – que contempla as escolas que participaram do movimento grevista em 2019 -, inicia a primeira etapa de atribuição para os profissionais da educação nos dias 16 e 17 de março.

A segunda etapa, nas Assessorias Pedagógicas, ocorre nos dias 18 e 19 de março. Na sequência, aulas adicionais e contratos temporários. O início do ano letivo está marcado para o dia 23 de março. O recesso será entre os dias 17 e 31 de julho, encerrando o ano letivo no dia 22 de janeiro.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Redução de ICMS II

Leia em seguida

Mauro vai priorizar “piores” escolas